Mercedes-AMG GT 63 E Performance tem tecnologia de F1 e mais de 800cv

A Mercedes chutou o balde e apresentou uma versão ainda mais potente do AMG GT de quatro portas. O GT 63 E Performance é o primeiro híbrido entre seus carros de rua criado, basicamente, para correr mais

Com 842 cv e impressionantes 142 kgfm, o cupê de quatro portas só não é mais potente que o superesportivo Project One (com motor de Fórmula 1). A origem desses números está tanto no motor V8 4.0 

biturbo quanto no motor elétrico instalado no eixo traseiro, integrado a uma transmissão de duas velocidades com trocas feitas eletronicamente e um diferencial eletrônico traseiro de deslizamento limitado.

Mesmo sendo um híbrido plug-in, não espere ótimos números de autonomia do GT E Performance 63. Segundo a Mercedes, todo o sistema elétrico foi pensado para elevar o desempenho ao máximo. É por isso 

que tem modestos 12 km de autonomia elétrica. Mesmo assim, seu consumo médio de combustível é de 11,6 km/l, bom para um veículo com essa proposta e tão potente. 

Mas o que importa é isso: ele vai de 0 a 100 km/h em 2,9 segundos e de 0 a 200 km/h em menos de 10 s. Já a velocidade máxima é de 316 km/h. 

Quem também brilha é a bateria de alta performance e 6,1 kwh. Ela entrega uma potência contínua de 70 kWh e chega ao pico de 150 kWh. A bateria tem ainda um carregador de 3,7 kw integrado, inspirado 

na tecnologia dos carros de Fórmula 1, e projetado para deixar a recuperação da energia mais rápida. 

Outra característica interessante sobre a bateria está no seu sistema de resfriamento. Um líquido de refrigeração de alta qualidade corre junto com outro não condutor, resfriando todas as 560 células individualmente e garantindo que elas sempre trabalhem na temperatura ideal de 45° C. Ao todo, 14 litros de fluidos percorrem continuamente o sistema.

Para lidar com um carro tão grande e rápido, a AMG equipou o GT Performance 63 com freios cerâmicos, com discos dianteiros de 420 mm e pinças de seis pistões. Na traseira, os discos são de 308 mm e as pinças têm um pistão. De fábrica, todas as versões virão com o AMG Ride Control, que ajusta a suspensão em três modos: Sport, Sport Plus e Control. A suspensão é a ar multicâmara com controle de nível automático. 

Ao todo, o motorista terá acesso a sete modos diferentes de condução: Elétrico, Confort, Sport, Sport , Race, Individual e Slippery. Esse último, que pode ser traduzido como escorregadio, é ideal para dias chuvosos com asfalto molhado. Nele, a potência do motor é reduzida e a curva de torque fica plana, além disso, todos os ajustes da direção elétrica e do freio regenerativo são desativados para facilitar a pilotagem no piso com pouca aderência.

Para o design exterior, a Mercedes seguiu a linha do modelo padrão. Os spoilers dianteiros estão mais parecidos com os do AMG GT de duas portas, enquanto na traseira o que se destaca é o emblema de identificação e a entrada para o carregamento plug-in. 

As saídas de ar ficaram um pouco maiores e estão voltadas para o centro do carro. Já as novas rodas de liga leve são aro 20 e 21 com duas opções de cores. Para a lataria, são quatro 

acabamentos com pintura fosca, cinco metálicos e dois não metálicos. A Mercedes também destaca os pacotes de personalização AMG Night Package II e a combinação do Night Package e Carbon Package, que dão mais estilo ao carro.

Na cabine, destaque para o sistema multimídia MBUX. No painel central é possível checar o funcionamento do sistema elétrico, o consumo de energia, torque e as temperaturas da bateria e do motor elétrico. 

Na tela central, gráficos mostram o fluxo de potência de todo o sistema de acionamento, rpm, torque, entre outros números. Há ainda uma tela opcional para os passageiros do banco de trás, que transmite informações como torque e potência do motor elétrico. 

 

O GT 63 E Performance só começa a ser vendido em 2023 e o preço inicial ainda não foi divulgado. Para o marketing, a empresa tenta uma estratégia interessante. O rapper e produtor musical americano, will.i.am, integrante do grupo Black Eyed Peas, foi escolhido como embaixador e apresentou o carro ao lado do piloto Lewis Hammilton durante o evento de lançamento. 

 

 

Fonte:

quatrorodas.abril.com.br

Publicado em: 09-09-2021

Bomba de água - tudo o que você precisa saber

Quando compramos um veículo, independentemente de ser novo ou usado, sabemos que haverá gastos com o mecânico. Seja uma manutenção preventiva para reparar os itens de desgaste natural ou um problema mais complexo na mecânica do automóvel. A boa notícia é que, pelo menos aos imprevistos graves, há maneiras de nos policiarmos para não acontecer. E uma das peças que podem custar bem caro se apresentar defeito por falta de manutenção é a bomba d’água.

Olhando para a mecânica do veículo, a bomba d’água é uma peça fácil de reconhecer. Mas poucos entendem como funciona, qual a sua função e por que é tão importante para o carro poder rodar. Por esse motivo, aprender mais sobre essa peça para entender os sinais de alerta, como: quando está precisando de água ou possui defeitos, é muito importante.

Essa peça é uma bomba de água que fica no veículo com a função de distribuir, de forma segura, o fluxo necessário do líquido que vai refrigerar o motor. Esse é um processo que impede que o motor aqueça demais.

Sinais que a bomba d’água está com defeito e precisa de troca

Se estiver vazando água do veículo por baixo dele, pode significar um defeito na bomba. É importante identificar qual a cor do líquido que está saindo para não confundir os problemas.

Outras peças também podem vazar, por isso, recomendamos que coloque um papel branco embaixo do vazamento para conseguir identificar a cor. Se for um líquido verde, pode ser o anticongelante que fica na água da bomba, se for marrom pode ser o óleo do motor.

Se o condutor perceber um barulho diferente do comum no motor, principalmente se estiver mais alto e com ruídos fortes, verifique com o carro ligado se o problema vem da bomba d’água. Para isso será necessário levantar o capô e fazer uma análise visual.

Outro ponto que o motorista precisa se atentar é na ferrugem. Alguns componentes estão expostos a oxidação e podem acabar estragando. Esse pode ser um dos motivos pelo qual a bomba d’ água precisa ser trocada.

Se por acaso a correia de distribuição estiver solta ou começar a apresentar sinais de desgaste, significa que a bomba precisa ser trocada imediatamente.

Se a luz de advertência do líquido de arrefecimento ou do termóstato estiverem acessas, significa que pode haver um mau funcionamento ou vazamento na bomba.

Algo que poucas pessoas sabem, mas que é de extrema importância na análise. Se o ar condicionado não estiver funcionando, pode ser que os problemas venham da bomba d’água.

– Uma dica muito importante é usar o líquido de arrefecimento indicado pelo fabricante. Isso vai diminuir as chances de problemas futuros.

– De vez em quando, verifique o nível do líquido anticongelante ou o aditivo, mas faça isso com o motor frio.

– Nunca coloque a totalidade de água pura e a totalidade de líquido refrigerante na bomba do carro, siga as instruções do fabricante do automóvel.

– No manual de cada veículo consta o tempo necessário para trocar a bomba d’água.

– Sempre fique atento a vazamentos que podem estar ocorrendo. Fique de olho na diminuição do nível do líquido de arrefecimento.

– Se o carro começar a ter excesso de temperatura, pare-o imediatamente.

 

 

Fonte:

nakata.com.br

canaldapeca.com.br

revistacarro.com.br

minutosseguros.com.br

Publicado em: 31-08-2021

Mercedes-Benz Vision AVTR: carro do futuro poderá ser dirigido com o poder da mente

Inspirado pelos filmes Avatar (do diretor James Cameron), o que explica o "AVTR" do seu nome, o novo carro conceito da Mercedes-Benz está sendo apresentado na feira IAA Mobility 2021, realizada em Munique, Alemanha. A feira substitui o Salão do Automóvel de Frankfurt e traz o foco não apenas em veículos, mas em mobilidade urbana.

A Mercedes explicou mais sobre a tecnologia embarcada no Vision AVTR. Além de ser ligado somente por um sistema que reconhece o padrão de batimentos cardíacos e respiração do proprietário, ele é guiado pelos "pensamentos" do motorista. Para dirigir o veículo, é necessário que o motorista da rodada utilize um aparelho detector de ondas cerebrais (Brain Computer Interface, BCI). 

O BCI possui eletrodos que ficaram colocados na parte traseira da cabeça do motorista. O aparelho do Vision AVTR calibrará com as ondas cerebrais do usuário para traduzi-las em ações no veículo. Depois é necessário focar em um ponto de luz no painel. O sistema reconhecerá para qual o motorista está usando. E ah, atenção! O sistema precisa que o usuário fique focado. Quanto mais foco, mais rápido a detecção. O que isso quer dizer na prática? Bem, teremos que aguardar.

Após o sistema detectar o olhar (43) do motorista, abrirá as pré-configurações que serão selecionadas com esse "olhar 43". Por exemplo, escolher o destino ou trocar de música. Basicamente você será um Stephen Hawking com um upgrade, já que os olhos e a mente trabalharão junto (ao contrário do cientista que só usava os olhos para digitar).

O Vision AVTR tem capacidade de percorrer até 700 km com sua bateria e 469 cavalos de potência. O Vision AVTR poderá se mover diagonalmente e lateralmente, o que deixará a baliza uma coisa bem fácil.

 

 

Fonte:

mundoconectado.com.br

mercedesmagazine.com.br

media.daimler.com

quatrorodas.abril.com.br

Publicado em: 26-08-2021

Sistema de refrigeração e seus cuidados

O sistema de arrefecimento é uma parte vital para qualquer veículo. Durante o funcionamento do motor, cerca de 60% da energia contida no combustível se transforma em calor. Uma boa parte sai pelo escapamento e o restante precisa ser dissipado na água, óleo ou ar.

Por essa razão, no verão ou em cidades com maior congestionamento, é preciso deixar tudo em ordem para o motorista não ficar pelo caminho. A falha em um componente simples e barato, como um relê, pode causar um grande prejuízo aos proprietários de veículos.

Neste post, vamos falar sobre os principais problemas nesse sistema e como identificá-los na hora do reparo ou da troca do líquido de arrefecimento. Também veremos a importância de explicar ao seu cliente todas as vantagens de realizar uma manutenção preventiva. Acompanhe!

Quais são os problemas mais comuns no sistema de arrefecimento?

Nos veículos atuais, grande parte dos problemas é gerada pela falta de cuidado ou pela perda de parte do líquido de arrefecimento. Muitos motoristas se acostumam com a situação, ficam completando a água e, em uma utilização mais intensa, o prejuízo certamente chega.

Veja quais são os problemas que aparecem com maior frequência!

Vazamentos

Esse problema acontece principalmente nos seguintes locais:

  • encaixes das mangueiras e tubulações;
  • união da colmeia com as caixas plásticas do radiador;
  • reservatório de expansão;
  • selos do motor;
  • sistema de ar quente;
  • bomba d’água;
  • em um caso mais grave, junta do cabeçote queimada.

Na hora do diagnóstico, verifique se o vazamento não é pequeno e se está caindo sobre uma parte quente do motor. Essa situação pode confundir bastante. Se o carro estiver usando o aditivo corretamente, veja se não ficaram marcas onde o líquido está evaporando.

Também é fundamental fazer um teste de estanqueidade no sistema, usando uma bomba com manômetro. Na maioria dos veículos, a pressão de trabalho é 1,4 bar, mas basta 0,5 bar para saber se está tudo em ordem. Outro ponto muito importante é verificar o funcionamento da tampa do reservatório.

Troca do líquido de arrefecimento

Um cuidado básico, mas que a maioria das pessoas ignora, é realizar a troca preventiva do fluido. O ideal é abastecer o sistema com uma mistura de água desmineralizada e o aditivo recomendado pelo fabricante do veículo, na proporção correta. Desconfie de aditivos baratos!

Sempre que receber um veículo na oficina e notar que o líquido está comprometido, explique para o cliente a importância de manter tudo em ordem. O gasto é pequeno, e quando não há a correção, esse problema deixa o caminho aberto para a corrosão danificar várias peças.

Quais são os tipos de líquido de arrefecimento?

Como você deve saber, nem todo fluido de arrefecimento é igual. Muitos motoristas priorizam o preço em relação à qualidade. Mas essa visão é fonte de problemas sérios nos veículos. Por isso, é importante saber explicar para seu cliente a diferença entre as opções.

Fluido pronto para uso

Essa alternativa já é vendida diluída em água pré-tratada. Por isso, não precisa de nenhum preparo ou da realização de misturas. Sua aplicação é super fácil, as orientações estão no rótulo e basta preencher totalmente o recipiente correspondente no motor.

Aditivo concentrado

Ao contrário do pronto para o uso, o fluido concentrado necessita ser misturado à água para ser diluído. Alguns proprietários fazem essa operação em casa ou no posto de gasolina. Porém, quando ocorrer na oficina, tome cuidado para utilizar um tipo de água apropriado e nas proporções corretas.

O que pode causar danos na hora da troca?

A troca nem sempre é feita por profissionais. Em alguns casos, os proprietários dos veículos, em busca de uma economia, a fazem por conta própria. Como quase sempre não têm o conhecimento necessário para a correta execução, acabam cometendo falhas que prejudicam o funcionamento do sistema de arrefecimento e de todo o carro.

Mesmo mecânicos experientes às vezes encontram dificuldade para explicar o que pode causar danos na hora da troca. E como argumento é sempre bom na hora da negociação, listamos os principais pontos nesse sentido.

Atrasar a troca do líquido de arrefecimento

A falta de líquido de arrefecimento pode acarretar muitos problemas no motor. Ainda assim, é possível encontrar quem atrasa a troca ou emenda o fluido que já está no recipiente com água, pensando que assim pode esperar mais para colocar um novo. Isso acontece principalmente em postos de gasolina, onde por falta de conhecimento dos frentistas prejuízos são causados.

Errar na proporção de água e aditivo

Quando se realiza a troca do aditivo concentrado, a proporção de água na mistura deve seguir o manual do veículo e as indicações do produto. As propriedades químicas do líquido interferem na capacidade de condução do calor e, por consequência, na eficiência do motor.

Não utilizar água apropriada para diluir

No caso da composição do fluido do sistema de arrefecimento, nem toda água é igual. Para essa finalidade, é preciso utilizar água desmineralizada. Além disso, é preciso cuidar para ela não estar contaminada.

E é importante notar que, mesmo filtrada, a água da torneira não é válida. Isso porque o cloro e os sais minerais acumulados geram incrustações e podem causar corrosão no motor.

Não utilizar o líquido de arrefecimento específico quando indicado

Algumas montadoras utilizam e indicam líquidos de arrefecimento específicos para os seus veículos. Isso porque os componentes químicos deles são diferentes dos aditivos comuns. Mas, como o preço se torna mais elevado, nem sempre essa orientação é seguida.

Quais são as peças que precisam de atenção?

Como o sistema de arrefecimento é formado por muitas peças, algumas costumam ser mais problemáticas do que outras. Então, é bom começar o diagnóstico por elas. Vamos relembrar quais são?

Válvula termostática

Responsável por controlar o fluxo do líquido de arrefecimento dentro do motor, é uma velha conhecida dos mecânicos. Pela informação de que a válvula termostática pode provocar superaquecimento ser lendária, alguns donos de carros insistem em removê-la do sistema. Porém, isso não é recomendado e seguramente vai gerar outras falhas, principalmente na eficiência do carro.

Para realizar um diagnóstico rápido, observe que na fase de aquecimento do motor, deve haver uma diferença de temperatura entre as mangueiras de entrada e saída. Depois, quando a válvula inicia a abertura, as mangueiras devem ficar com temperaturas semelhantes.

Nos veículos que usam marcador de temperatura com escala, pergunte ao cliente se o ponteiro fica oscilando, principalmente na estrada ou no trânsito. Na dúvida, faça um teste de rodagem. Durante esse momento, a temperatura indicada no painel não deve oscilar.

Ventoinha

Nos veículos modernos, o eletroventilador costuma ser acionado de duas formas: pelo interruptor térmico (o famoso “cebolão”) ou pelo módulo da injeção eletrônica, a partir da informação enviada pelo sensor de temperatura.

Para testar o primeiro acionamento, basta realizar um jumper nos dois terminais. No segundo, o ideal é conectar o aparelho de diagnóstico e efetuar a sua ativação no teste de atuador. Se não entrar em funcionamento, será preciso verificar a parte elétrica.

Radiador

O radiador costuma ter problemas bem visíveis: vazamentos, trincas nas partes plásticas, obstrução interna ou deficiência na troca térmica. Faça uma inspeção cuidadosa em todo o componente, veja o estado das aletas e teste o fluxo interno com água sob pressão.

Bomba d’água

Na bomba d’água, atente aos sinais de vazamentos, problemas (folga ou barulho) no rolamento, desgaste por corrosão ou danos ao plástico do rotor e ainda falhas no sistema de acionamento, seja por polia e correia ou devido ao par de engrenagens.

Mangueiras e abraçadeiras

É outro ponto do sistema que merece uma inspeção cuidadosa e a troca preventiva ao menor sinal de problema. Se você notar que alguma mangueira perdeu a flexibilidade, está com microtrincas ou tem crostas internas, não deixe passar e substitua.

A seguir, confira se as abraçadeiras estão em ordem, sem sinais de corrosão ou parafusos espanados. Na hora da troca, siga sempre o modelo original do veículo. Para completar, também verifique as tubulações, principalmente as conectadas no motor.

Fique atento sempre à realizar as devidas manutenções

Aditivação correta

A maioria dos defeitos acontece devido ao mau estado do líquido de arrefecimento. O aditivo melhora a troca térmica, eleva o ponto de ebulição e ajuda a prevenir a oxidação. A troca deve ser feita sempre nos intervalos recomendados pelo manual do veículo.

Observação do nível de água

Hoje em dia, não existe mais aquela necessidade semanal de completar a água do radiador. Explique aos clientes que, se isso estiver acontecendo, algo está errado. Também não se deve usar água de torneira no sistema ou completar o reservatório “até a boca”.

Situações anormais

Barulhos estranhos podem indicar que existe algum problema com a bomba d’água ou no seu sistema de acionamento. O ponteiro da temperatura também não pode ficar oscilando. Oriente o dono do carro para que, ao notar qualquer anormalidade, passe na oficina.

Vapor e grilos

Outro problema muito comum é o marcador de temperatura não informar o superaquecimento do motor quando um grande vazamento esgotou o líquido de arrefecimento. Então, além dos alertas do painel, o motorista precisa ficar atento a outros sinais como vapor ou “grilo” ininterrupto no motor.

Quem não faz manutenção preventiva, como trocar o líquido de arrefecimento, além de ficar pelo caminho, acaba com uma conta muito mais alta na reparação. É por isso que uma orientação de qualidade de bons profissionais é tão importante.

Alerte os seus clientes que não é só quando se nota vapor saindo do capô, ouve barulhos estranhos ou percebe derramamentos que é hora de se preocupar com superaquecimento e dar atenção ao sistema de arrefecimento. E, se isso acontecer, o ideal é desligar o seu cliente desligar o carro imediatamente e procurar a oficina.

 

 

Fonte:

nakata.com.br

autoesporte.globo.com

racon.com.br

revistacarro.com.br

minutoseguros.com.br

 

Publicado em: 22-08-2021

BMW cria sistema solar de recarga para carros elétricos no Brasil

A solução, desenvolvida localmente, foi selecionada entre os cinco melhores projetos do programa mundial de Inovação.

Em mais uma iniciativa para promover a mobilidade elétrica, a BMW desenvolveu um projeto experimental, no qual criou uma estação de abastecimento para veículos elétricos completamente desconectada da rede pública e alimentada por energia solar, desenvolvido pela montadora juntamente com parceiros locais.

Além do Centro de Pesquisa Estratégica em Energia Solar da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), também estão envolvidos no projeto o Grupo Solvi, que coleta as baterias usadas nas concessionárias da marca, e a Energy Source, especializada na fabricação e montagem de sistemas de armazenamento de energia com baterias usadas e, posteriormente, recicladas. 

"O futuro da mobilidade premium será elétrico e o desenvolvimento de uma infraestrutura é essencial. Com este novo projeto, podemos ter uma solução totalmente ecológica e única que permitirá aos clientes abastecerem as baterias de alta voltagem de maneira limpa em suas instalações", afirma Márcio Fonseca Filho, Diretor de Suporte ao Cliente do BMW Group Brasil.

Criado a partir das baterias usadas e retiradas de diferentes unidades do BMW i3, o sistema possibilita rápido acesso e troca individual de cada módulo em eventual necessidade de reparo. No caso de necessidade específica de substituição, as baterias podem ser reutilizadas para esta solução de recarga, antes de serem recicladas.

O funcionamento da estação de carregamento compreende oito conjuntos de painéis solares que transformam a energia do sol em eletricidade, que, por sua vez, é armazenada no banco de baterias usadas, formado por seis módulos. Os módulos são acoplados a um inversor que, além de monitorar a energia produzida, alimenta veículos elétricos por meio de um carregador do tipo wallbox.

De acordo com a BMW, os testes iniciais mostraram resultados satisfatórios, com aumento médio de 100 km na autonomia de um veículo elétrico após duas horas de recarga. A ideia é ampliar o uso de sistema de carregamento para eventos e locais distantes, desprovidos de acesso à rede elétrica pública.

Com o avanço dos testes, o plano é aumentar a capacidade de armazenamento de energia e diminuir consideravelmente o tempo de recarga. Outro benefício direto é a utilização da energia solar e a extensão da vida útil das baterias elétricas dentro do conceito de economia circular.

Ainda em fase de testes, o projeto da estação de recarga sustentável para carros elétricos está inserida no compromisso por um futuro de mobilidade sustentável. Até 2030, a BMW vai reduzir a emissão de CO2 por veículo em 80% na produção, 40% no uso e em 20% nos fornecedores, quando comparado com 2019.

 

 

Fonte:

insideevs.uol.com.br

 

Publicado em: 19-08-2021

Dicas para conservar lanternas e faróis

Você sabe que o farol principal e a lanterna traseira são componentes super importantes para a sua segurança no trânsito, né? Eles são responsáveis por garantir a iluminação dos trajetos e a sinalização com suas luzes de seta, ré e freio.

Com o tempo e a exposição à chuva e ao sol é comum que tanto a lanterna do carro quanto o farol automotivo fiquem danificados, perdendo o brilho e adquirindo um tom amarelado que ninguém gosta. Então, que tal ter dicas para conservar lanternas e faróis do carro?

 

Por que o Farol do Carro fica amarelado?

Antes, os faróis do carro eram fabricados em vidro. Esse material é mais resistente e não fica amarelado com o tempo, mas também é mais caro, mais pesado e pode trincar. Por isso, ele foi sendo substituído pelo policarbonato ou acrílico, materiais plásticos que, hoje em dia, compõem a grande maioria dos faróis.

A vantagem dos faróis de plástico é que eles são mais duráveis e resistentes a riscos. Apesar disso, eles sofrem maior desgaste quando expostos à ação dos raios UV que vão amarelando a superfície e deixando o farol automotivo embaçado.

E não é só questão estética, não. O farol do carro amarelado vai prejudicar a sua direção já que os feixes de luz emitidos pelos faróis e lanternas vão ser reduzidos e causar menos visibilidade.

 

5376_farol.jpg

Como cuidar da lanterna traseira e farol do carro?

Antes de dar adeus definitivamente para o farol do carro e as lanternas automotivas, existem técnicas que podem restaurar o visual desses componentes. Se liga só!

O lixamento e o polimento podem ser usados para tirar o amarelado da lente de faróis e lanternas automotivas. São usados cristalizadores que fazem o clareamento do material plástico e diminuem os efeitos causados pelos raios ultravioleta.

Depois disso, é feita a aplicação de um verniz que protege a lente de faróis e lanternas, devolvendo o brilho e protegendo a superfície. Para fazer esse procedimento é indicado que você procure um profissional especializado.

Agora, se você quiser apostar em uma receita caseira, muita gente usa o creme dental para fazer a limpeza das lentes. Em curto prazo, essa receita pode até funcionar, mas, com o tempo, o amarelamento vai continuar existindo.

Dicas para conservar o farol e lanterna automotiva

Para garantir o bom funcionamento desses componentes do carro, é preciso se atentar a alguns cuidados. Por isso, confira nossas dicas para manter faróis e lanternas funcionando perfeitamente.

  • Faça a revisão de lâmpadas, faróis e lanternas;
  • Não dirija com lâmpadas automotivas queimadas. Faça a troca;
  • Confira a vedação dos faróis automotivos para impedir a entrada de água;
  • Evite buracos que podem desregular os faróis e até mesmo queimar as lâmpadas;
  • Faça a regulagem dos faróis.

5376_farois_do_carro_e1544809414519.jpg

Como regular o farol do carro

Quando for fazer a revisão periódica do veículo, inclua a regulagem de foco dos faróis na lista de coisas para fazer. Assim, você vai sempre ter a melhor visibilidade dos trajetos e mais segurança no caminho.

E para testar se seu carro está com os faróis automotivo regulados, preste atenção a esse passo a passo:

1 – Mantenha seu carro em um lugar plano e com os pneus calibrados a uma distância de 5 metros da parede.
2 – Ligue o farol baixo e observe se os dois focos dos faróis estão bem alinhados. Uma dica importante: não mexa no volante.
3 – Para saber se eles estão regulados, os faróis direito e esquerdo devem estar levemente inclinados para baixo e com o mesmo nível de altura.
4 – Tem uma diferença na altura de foco dos dois lados dos faróis? Então você precisa levar ao mecânico para fazer a regulagem.

Com dicas simples, você garante o bom funcionamento do farol e lanterna traseira, e garante que suas viagens sejam sempre seguras.

 

Fonte imagens:

tecmundo.com.br

autoparpb.com.br

dijo.com.br

razorsom.com.br

autopapo.uol.com.br

Publicado em: 12-08-2021

Ofertas BMW

BMW Week traz ofertas de todos os modelos da marca até 15 de agosto. Semana promocional inclui manutenção grátis!!

Marca de luxo também faz promoção. A BMW, líder do mercado de automóveis premium no Brasil, realiza até o dia 15 de agosto a BMW Week. A semana promocional envolve toda a rede de concessionários da marca e inclui três anos de manutenção grátis, tanto para compra à vista quanto financiada.

Todos os carros zero km da BMW do Brasil podem ser adquiridos com taxa de 0,59% ao mês. A entrada mínima é de 60% e o saldo pode ser financiado em 24 parcelas. “A BMW Week traz a chance de compra dos modelos da marca com condições exclusivas”, comenta Adriano Mamede, Gerente Sênior de Estratégia e Operações de Vendas da BMW no Brasil.

5365_cq5damresizedimg1680largetime1627476657434.jpg

Um BMW X3, por exemplo, pode ser adquirido com entrada de R$ 235 mil e o restante em 24 parcelas mensais. O financiamento garante três anos de manutenção sem custos. À vista, o X3 xDrive30e (híbrido) custa R$ 391 mil.

Se você é cliente fiel da marca, aproveite para mudar o seu veículo para uma opção mais nova e moderna!

E para quem é apaixonado pela marca, podemos dizer que essa é a oportunidade perfeita para adquirir um BMW com condições imperdíveis e inéditas.

5365_sem_titulo.png

São 42 veículos de diversos modelos, incluindo carros híbridos e elétricos, a partir de 259 mil reais com opções de parcelamento que cabem no bolso do consumidor e com as melhores as taxas.

Para demais informações sobre solicitação de proposta, configuração do veículo e comparação dos modelos acesse o site oficial da BMW e saiba mais!

 

 

 

Fonte imagens:

bmw.com.br

bmwgroup.com

garagem360.com.br

terra.com.br

Publicado em: 09-08-2021

Mercedes Benz - apenas veículos elétricos a partir de 2025

Numa era onde a sustentabilidade, facilidade e diferencial fazem toda a diferença sobre uma marca, a Mercedes Benz não fica para trás.

A marca alemã anunciou que vai acelerar seu plano de transição para carros elétricos. A montadora alemã anunciou investimentos de pelo menos 40 bilhões de euros entre 2022 e 2030 no segmento e que todos os veículos desenvolvidos a partir de 2025 serão elétricos.

5360_eqc_sp_1_.jpg

“A mudança para veículos elétricos está aumentando, especialmente no segmento de luxo, onde a Mercedes-Benz atua. O ponto de inflexão está chegando e vamos estar preparados para ser uma companhia somente elétrica ao fim desta década”, disse Ola Källenius, diretor-presidente da Daimler e da Mercedes, em nota.

Para alcançar o feito, a montadora estima que vai precisar de 200 gigawatts por hora em baterias e planeja construir oito fábricas para a produção de células de energia ao redor do mundo.

A Mercedes agora estima que 50% dos carros produzidos pela companhia serão elétricos em 2025, ante projeção anterior de 25%. A alocação de recursos para carros movidos a combustíveis fósseis também deve cair 80% entre 2019 e 2026, diz a montadora, com a mudança de estratégia.

Estão ansiosos para essa grande incorporação de atitude positiva da marca?

5360_sem_titulo.png
Nós da Marimport traremos atualizações para vocês e novos produtos também conforme as novidades e lançamentos. 

 

 

Fonte imagens:

g1.globo.com

valor.globo.com

jornaldocarro.estadao.com.br

 

Publicado em: 04-08-2021

Tudo o que você precisa saber sobre bico injetor

O bico injetor é fundamental no sistema de injeção eletrônica para economia e desempenho do veículo. Saiba tudo sobre esse componente!

Também chamado de válvula injetora de combustível, o bico injetor é responsável por pulverizar o combustível de maneira estequiométrica na câmara de combustão. Isso é feito através de pulsos elétricos comandados pelo módulo de injeção (ECU).

Quando o sistema de injeção começa a ter um mau funcionamento, a tendência é que seja um problema no bico injetor. Normalmente, ocorre o entupimento da peça, fazendo com que ele não pulverize corretamente o combustível. Assim, a compressão não fica eficiente, perde a potência e força o motor a gastar mais.

Mas como podemos evitar esse tipo de problema? Veja agora!

Filtro de combustível

Ele é o maior responsável por evitar que o bico injetor seja obstruído. Isso porque, como o próprio nome já fiz, a peça tem a função de filtrar o combustível e evitar que as impurezas passem para o bico injetor.

Fazendo a troca periódica do filtro de combustível, evita-se que impurezas passem e mantem o bico injetor limpo e protegido.

Validade do combustível

O combustível que utilizamos (álcool ou gasolina) possuem resíduos devido ao transporte e troca de armazenagem. Além disso, eles possuem data de validade.

Quando estão armazenados nas bombas e reservatórios, tem menos contato com o oxigênio e o calor faz a validade cair drasticamente. Em média, podemos dizer que o prazo é de dois meses. Depois desta data, ele se torna mais denso, sendo difícil de ser pulverizado. Assim, pode causar o entupimento parcial do bico injetor.

5347_083930024388813.jpg

Dicas

Antes de mais nada, é essencial que o filtro de combustível seja substituído a cada 10 mil km. Evitando assim que a eficiência do filtro seja prejudicada.

Outra dica interessante é para veículos que não são utilizados com muita frequência. Para eles, utilize combustível aditivado, pois, ele tem maior validade que o comum. Além disso, previne que “gomas” de combustível se formem no veículo, diminuindo as chances de ocorrer obstrução do bico injetor.

Trocar ou limpar?

Limpeza do bico injetor é um assunto muito polêmico entre os profissionais do setor. A peça é “autolimpante” e não precisa passar pelo processo. Mas, como é impossível controlar a qualidade do combustível, o motorista corre o risco de abastecer com álcool ou gasolina que contém misturas perigosas. E são esses resíduos que “sujam” o bico injetor e vem a dúvida: limpar ou não?

Especialistas afirmam que o próprio combustível faz a limpeza da parte interna do bico injetor e portanto, não há necessidade de limpa-lo. Mas, quando falamos de bico injetor sujo, entendemos que a sujeira não se acumula dentro, mas fora dela.

O uso decorrente de combustível ruim pode causar problemas na carbonização, tampando os orifícios responsáveis pela pulverização de combustível. O acúmulo desses resíduos provoca falhas na aceleração do motor. Desse modo, quando isso passa a acontecer, a limpeza do bico injetor se torna necessária.

5347_bicoinjetor.png

Por isso, a importância de utilizar combustível de qualidade deve ser passada para o proprietário do veículo!

Agora que você já sabe tudo sobre bico injetor, veja quais são os tipos de filtros automotivos!

Ah! E não se esqueça de consultar a Marimport na hora de fazer o seu pedido!

 

 

Fonte imagens:

dpk.com.br

jairoleos.com.br

mixauto.com.br

sfautomotiva.com.br

panfletria.com.br

Publicado em: 30-07-2021

Cuidados com o seu veículo no inverno

Várias partes e sistemas de um veículo são vulneráveis às mudanças climáticas, principalmente em relação às alterações mais bruscas de temperatura. Mesmo em um país tropical como o nosso, é válido conhecer quais são os cuidados com o carro no inverno.

Em algumas localidades, os termômetros baixam o suficiente para gerar reações no funcionamento de um automóvel. Por isso, é necessário investir em medidas preventivas, pois ninguém gosta de vivenciar panes repentinas no trânsito ou na hora de sair da garagem.

Neste conteúdo, reunimos 9 dicas para você aplicar nos cuidados com o carro na estação mais fria do ano. Confira!

1. Revise o aquecedor (AR QUENTE)  do seu veículo

Uma situação clássica dessa época é o motorista e os passageiros adoecerem após utilizar o aquecedor. Isso ocorre porque, na maior parte do ano, as pessoas não ligam esse sistema — esquecem que ele existe. Afinal, não precisamos do recurso, pois o Brasil é um país quente. Mas, durante o inverno, é comum a temperatura despencar, especialmente no Sul e em algumas áreas do Sudeste.

Nessa época, lembramos de acionar o aquecedor que ficou parado há muito tempo. No entanto, durante o período de inatividade, ele acumulou fungos, bactérias e poeira que podem transmitir doenças respiratórias aos ocupantes. Portanto, assim que o frio chegar, procure uma oficina para higienizar esse sistema e evitar o problema.

2. higienização interna

Durante o inverno é normal utilizarmos o veículo com os vidros fechados, sem troca do ar. Para prevenir de doenças respiratórias o ideal é fazer higienização interna do veículo antes do inicio da estação, existe empresas especializadas nesse seguimento que podem deixar o veículo preparado para enfrentar a estação e não comprometer a saúde dos ocupantes.

3. Garanta o bom funcionamento das luzes

No inverno, é comum ter neblinas nas ruas e nas estradas, o que representa riscos por causa da baixa visibilidade. Portanto, veja se toda a parte de iluminação  estão funcionando corretamente, pois elas são indispensáveis para você enxergar a rodovia e alertar os outros condutores sobre a presença do seu automóvel.

4. Cuide dos pneus do carro no inverno

Assim como no calor, os pneus são propícios a mudar de pressão no frio. Por isso, é importante monitorar a calibragem desses componentes para garantir sua eficiência. Não há necessidade de mudar a forma de encher os pneus, é só conferir a calibragem dos dianteiros, os traseiros e o estepe respeitando os valores indicados pela montadora do veículo.

Além disso, há o fato de que o inverno gera neblina e camadas de gelo nas estradas, particularmente na região Sul. Portanto, guie com cautela para evitar derrapagens e danos na estrutura dos pneus.

5337_cuidados_com_o_carro_no_inverno1.jpg

5. Tenha cuidado ao dar partida no automóvel

Você aciona a chave, o motor gira mas não pega. Isso ocorre porque temperaturas baixas prejudicam a partida de alguns veículos, principalmente  motores movidos a álcool.

É por isso que alguns automóveis vêm com aquele “tanquinho”, que funciona como um reservatório para gasolina a fim de facilitar esse processo. Caso o seu modelo não tenha esse reservatório, veja se funciona com partida a frio — em que os bicos injetores são aquecidos para facilitar a vaporização do etanol.

Importante! Não se deve utilizar o “tranco” para tentar colocar o veículo em funcionamento.

6. Fique atento ao limpador de para-brisa

Borracha mais temperatura baixa e exposição ao sol resulta em ressecamentos. E palhetas ressecadas fazem barulhos, não limpam o para-brisa e riscam o vidro. A recomendação é trocá-las sempre que notar vibrações ou falta de eficiência na limpeza do vidro. Por fim, mantenha o reservatório de água do limpador sempre cheio para garantir higienizações em momentos de emergência.

7. Use a bateria com cuidado

A bateria tem grandes chances de arrear no frio, pois as baixas temperaturas comprometem as reações químicas no seu interior, dificultando a geração de energia do carro. Afinal, esse clima faz com que ela se esforce mais para funcionar com eficiência.

Portanto, a recomendação é fazer inspeções regulares e seguir o cronograma de revisões para garantir o bom desempenho da bateria. Evite dar partida com luzes e acessórios ligados para poupar energia. Procure um eletricista e faça um teste sobre as condições da bateria do seu carro no inverno, é uma forma de evitar paradas indesejadas.

8. sistema de arrefecimento

Dependendo da temperatura o líquido de arrefecimento pode congelar, isso vai prejudicar o funcionamento e pode trazer sérios danos ao motor, portanto é importante que o líquido esteja com a quantidade de aditivo indicado pela montadora do veículo. A substituição do líquido de arrefecimento deve ser feito regularmente no período recomendado pela montadora.

O sistema aditivado nas proporções corretas diminui o ponto de congelamento do líquido evitando surpresas desagradáveis ao tentar colocar o veículo em funcionamento.

5337_5whbh1wirr3p27kmfqt36974y.jpg

9. Leve o seu veículo para uma oficina

Se você tem um mecânico de confiança, leve o seu veículo para fazer a manutenção preventiva regularmente. Ele é capacitado para fazer avaliações e consertos em peças, em componentes e em sistemas danificados por conta do frio ou pela utilização excessiva do veículo.

Quando realizadas de forma regular, as revisões evitam gastos causados por itens avariados, como o rompimento da correia dentada do motor, que entorta válvulas e deixa o veículo inativo por um bom tempo.

Portanto, mesmo que gere um custo inicial, é essa precaução que fará com que você economize e cumpra o objetivo mais importante: favorecer a sua segurança e a de terceiros (ocupantes, pedestres e outros motoristas).

 

 

Fonte imagens:

nakata.com.br

shopcar.com.br

icarros.com.br

jairoleos.com.br

razorsom.com.br

carros.ig.com.br

Publicado em: 27-07-2021

Mercedes-Benz SL: Uma linhagem com 65 anos

Velocidade, inovação e elegância. São estas as premissas que acompanham a Classe SL da Mercedes-Benz desde a sua primeira geração, a qual comemora este mês 65 anos.
Esta história de sucesso teve início devido aos excelentes resultados alcançados pelo automóvel de corrida 300 SL W194 em prestigiadas corridas internacionais, corria o ano de 1952. De forma a materializar o êxito da versão de competição, surge o Mercedes-Benz 300 SL Gullwing W198 em 1954 e o 190 SL W121, ambos automóveis de estrada. Desde aí até aos dias de hoje, várias gerações do modelo foram lançadas no mercado, mantendo viva a génese do modelo.
 
A nível de vendas, a Classe SL sempre alcançou bons resultados, principalmente no que toca à exportação para mercados específicos. No final da década de 1950, o coupé 300 SL e o roadster 190 SL já haviam estabelecido um padrão de vendas internacionais de sucesso, igualado posteriormente pelas gerações seguintes.
As inovações nos campos do design e engenharia de cada geração colocaram estes automóveis na vanguarda do seu tempo, sendo hoje em dia bastante apreciados e cobiçados por entusiastas e coleccionadores.

Mercedes-Benz 300 SL Gullwing (W198 I) – 1954

A história do 300 SL W198 I nasce de uma parceria entre a Alemanha e a América. O importador oficial da Mercedes-Benz nos EUA, Maximilian E. Hoffman, foi o homem que convenceu a gerência da marca em Estugarda a construir um automóvel desportivo para a estrada, inspirado no W194.

5329_1.jpg

Mercedes-Benz 190 SL (W121) – 1954

A primeira versão roadster do SL estreou igualmente no International Motor Sports Show de 1954, em Nova Iorque. Com um design inspirado no maior e mais possante coupé, as diferenças mais notórias seriam ao nível das portas, estas convencionais, e ao nível do motor, que em vez do seis cilindros de 3.0 litros, foi equipado com um quatro cilindros de 1.9 litros. Não obstante, foi também ele um sucesso.

5329_2.jpg

Mercedes-Benz 300 SL Roadster (W198 II) – 1957

O 300 SL roadster substituiu o Gullwing apenas três anos após o seu início de produção. Equipado com o mesmo motor de 3.0 litros com seis cilindros em linha, viu a sua potência aumentada para 225cv, face aos 215cv do coupé. A Mercedes-Benz passou a comercializar os roadsters 190 SL e 300 SL em simultâneo.

5329_3.jpg

Mercedes-Benz SL (W113) – 1963

 O W113 surgiu na primavera de 1963, como substituto do 300 SL Roadster e do 190 SL. Este modelo contava com um novo design, assinado por Paul Bracq, sendo equipado com motores de seis cilindros em linha que variavam entre 2.3 até 2.8 litros de cilindrada. O resultado foi um luxuoso roadster de dois lugares com excelente desempenho e maior segurança face à geração anterior.

5329_4.jpg

Mercedes-Benz SL (R107) – 1971

Introduzido em 1971, o R107 foi um modelo significativo para a marca, já que esteve em produção durante dezoito anos e alcançou o maior volume de produção de todos os modelos SL até hoje.
Nesta geração houve lugar a inúmeros avanços tecnológicos, principalmente na área da segurança, bem como a utilização de motores maiores e mais potentes.

5329_5.jpg

Mercedes-Benz SL (R129) – 1989

Baseado no W124, o R129 apresentou novamente uma série de actualizações tecnológicas sobre seu antecessor, tais como uma barra de rolamento controlada por sensor e amortecimento adaptativo opcional.

5329_6.jpg

Mercedes-Benz SL (R230) – 2001

Apresentada em Julho de 2001, esta geração foi a primeira a apresentar um tejadilho metálico retráctil, em detrimento da clássica capota de lona, que abria ou fechava em 16 segundos.

5329_7.jpg

Mercedes-Benz SL (R231) – 2012

Assim chegamos à actual geração do Mercedes-Benz SL, revelada ao público em 2012. Embora o R231 represente um novo progresso em tecnologia, o design foi talvez o menos consensual de todos os SL.

5329_8.jpg

 

 

Fonte imagens:

jornaldosclassicos.com

Publicado em: 22-07-2021

Cuidados com a pintura fosca do seu carro

No mundo automotivo existem muitas tendências, principalmente se tratando à parte estética dos carros. Uma grande tendência que está em alta também  no mercado internacional dos carros importados é a da pintura fosca, que está cada vez mais em evidência.
Esse tipo de estética visa uma pintura que não possui brilho. Estamos percebendo que a pintura fosca está sendo aceita e aderida por donos de diversos modelos de veículos, e ganham cada vez mais espaços nas ruas, se tornando cada vez mais visível por aí.

5324_665ee07d236e6f821419786a47b220fd.jpg
Para manter os cuidados com esse tipo de pintura, da mesma maneira que um carro com pintura brilhante precisa de cuidados especiais, também é necessário saber como preservar a pintura fosca do automóvel, para assim, mantê-lo sempre bonito e conservado.
Primeiramente devemos saber que o ideal para a pintura fosca é que ela não brilhe, então, para manter o aspecto desejado, o uso cera não é aconselhável neste caso, por exemplo, pois a função da cera é fazer o carro brilhar. 
O uso da cera pode fazer com que a lataria fique manchada, e com imperfeições bem visíveis, comprometendo uma boa estética sem brilho.

5324_7997_942img.jpg
Muitos motoristas estão aderindo a pintura fosca em seus carros, mesmo naqueles veículos que não trazem esta opção original de fábrica.
Muita gente se questiona se é possível então, mandar pintar o carro, ou até mesmo pintar em casa, sozinho.
O ideal é procurar por um serviço especializado para que o resultado fique com boa qualidade.
Somente uma equipe especializada terá o conhecimento necessário para realizar um trabalho eficiente, seguindo os procedimentos adequados.

 

 

Fonte imagens:

exclusivecars.com.br

damyautocenter.com.br

br.pinterest.com

webmotors.com.br

Publicado em: 18-07-2021

Novo BMW Série 2 2022 Coupé

A BMW apresenta mundialmente o novo BMW Série 2 Coupé 2022, com motor de 400 cv na versão topo de gama, M240i. O modelo de duas portas com foco dinâmico obtêm tração nas quatro rodas.

O novo BMW Série 2 Coupé de segunda geração tem lançamento marcado para o início de 2022, mas está sendo revelado em antecipação.

Mantendo a tração traseira como padrão e uma silhueta traseira da cabine, o novo modelo de duas portas é lançado para “clientes no lado esportivo do sistema de direção que buscam uma experiência de direção emocionalmente rica”.

Desde o lançamento, ele será oferecido em três versões: o gasolina 220i, com um turbo quatro de 2.0 litros enviando 183 cv e 300 Nm no eixo traseiro; o 220d, com um motor diesel de 2.0 litros híbrido moderado que produz 190 cv e 400 Nm; e o M240i xDrive, que tem um motor 3.0 a gasolina em seis rodas e tração nas quatro rodas. Isso vai liderar a linha com 400 cv e 500 Nm até que o full-fat M2 Coupé chegue no final de 2022 .

5299_2022_bmw_2_series_coupe_m240i_230i_4_1.jpg

Cada modelo usa uma caixa de câmbio automática de oito velocidades com controle de largada e funcionalidade do modo Sprint. O M240i adiciona um diferencial traseiro eletrônico alinhado com seu foco de manuseio aprimorado, e seu sistema de tração nas quatro rodas xDrive é programado para dar um viés traseiro na verdadeira moda dos carros esportivos BMW.

Com 35 cv a mais de potência do que o M240i anterior , o novo range-topper atinge 100 km/h do repouso em apenas 4,3 segundos e atinge 250 Km/h eletronicamente limitado.

Projetado com agilidade e dinamismo como principais prioridades, o coupé é ligeiramente maior que seu antecessor, com 4537 mm de comprimento e 1838 mm de largura, mas é 28 mm mais curto, com 1390 mm de altura.

Sua distância entre eixos também foi estendida em 51 mm para uma “aparência poderosa e atlética”, enquanto as pistas dianteiras e traseiras mais largas, juntamente com uma melhoria de 12% na rigidez de torção e um equilíbrio de peso frente-trás próximo de 50: 50 ajudam a melhorar as habilidades nas curvas.

Enquanto se mantém fiel à silhueta geral do carro anterior, o novo Série 2 Coupé foi totalmente redesenhado para se alinhar aos modelos BMW mais recentes, como o Série 3 e o Z4 .

5299_2022_bmw_m240i_interior_dashboard.jpg

Notavelmente, porém, as grandes grades orientadas verticalmente que adornam a nova Série 4 , M3 e M4, estão ausentes. Em vez disso, o Série 2 adota um par de 'rins' horizontais mais convencionais, com abas de ar de resfriamento do motor atrás. Dicas de design inspiradas no desempenho para todos os modelos se estendem a um avental dianteiro baixo, arcos das rodas alargados e coxas traseiras inchadas.

O M240i mais esportivo é caracterizado especificamente por seu escapamento esportivo quadrado, um divisor dianteiro sob medida, spoiler traseiro com código de cores, elementos de acabamento cinza e exclusivas jantes de liga leve M Sport de 19 pol.

O pacote de estilo M Sport, que traz rodas de liga leve de 18 polegadas, faróis LED adaptativos, direção esportiva variável e uma série de outros extras opcionais, será padrão nas versões britânicas do 220i, 230i e 220d.

As conotações de desempenho em toda a gama são transportadas para a cabine de quatro lugares, onde assentos esportivos dianteiros padrão, opcionalmente aquecidos e eletricamente ajustáveis, são montados baixos na frente de um volante multifuncional de estilo esportivo e um "voltado para o motorista" painel de controle.

 

 

Fonte:

car.blog.br

/schneidercar.com.br

quatrorodas.abril.com.br

terra.com.br

bmwblog.com

Publicado em: 09-07-2021

Confirmado para o Brasil. BMW IX elétrico tem início de produção

O BMW iX começou a ser produzido em série na fábrica da BMW em Dingolfing, na Alemanha. O primeiro SUV da marca alemã projetado como um veículo elétrico desde o início está sendo montado ao lado de modelos com motores a combustão e híbridos plug-in. Com preços anunciados para os mercados europeu e norte-americano, o SUV elétrico também está confirmado para o Brasil.  

Vitrine tecnológica dos novos carros elétricos da marca, o BMW iX está sendo produzido na maior fábrica europeia do BMW Group, que recentemente passou por uma ampla reformulação na linha de montagem para ter a flexibilidade de construir um mix de modelos BMW Série 5, Série 7 e Série 8.

A BMW investiu um total de mais de 400 milhões de euros para produzir o novo BMW iX nessa fábrica. Muitas das medidas de readequação e reestruturação necessárias para o BMW iX irão beneficiar as gerações futuras do BMW Série 7 e Série 5, que sairão da linha de produção em Dingolfing nos próximos anos - ambos terão versões 100% elétricas nos próximos anos. 

Graças ao BMW iX e os modelos híbridos plug-in (PHEV) da marca, a BMW planeja dobrar o percentual de veículos eletrificados produzidos na fábrica de Dingolfing em comparação com 2020 - até 2025, 50% da produção será de carros eletrificados. 

5297_bmw_x_series_ix_ms_charging.jpg

O moderno trem-de-força elétrico da BMW iX, batizado de e-Drive, consiste em um conjunto integrado de motor elétrico e transmissão. O sistema de propulsão também é produzido nesta mesma fábrica, bem como as baterias de alta tensão. A capacidade de produção será sistematicamente ampliada e, a partir de 2022, a fábrica de Dingolfing poderá produzir e-Drive para mais de 500.000 veículos eletrificados.

O BMW iX está trazendo várias inovações para o processo de produção desta fábrica. O SUV elétrico é pioneiro em termos de fabricação, métodos digitais para treinamento de funcionários, automação de processos logísticos, além da colocação em funcionamento e a validação de sistemas de assistência ao motorista de modo virtual.

5297_bmw_ix_4.jpg

O SUV elétrico BMW iX está equipado com dois motores elétricos da linha eDrive de quinta geração, que produzem 523 cv de potência (o torque não foi divulgado). Com tração nas quatro rodas, o iX xDrive 50 acelera de 0 a 96 km/h em 4,6 segundos e atinge a velocidade máxima de 200 km/h - a autonomia será de até 500 km com uma única carga, graças à bateria de 106 kWh.   

 

 

Fonte:

insideevs.uol.com.br

revistacarro.com.br

bmw.com.br

Publicado em: 09-07-2021

Mercedes Classe S 2021 une o melhor da tecnologia com luxo

O Mercedes-Benz Classe S 2021 chegou ao mercado oficialmente trazendo poucas novidades em seu exterior, mas compensando com grandes novidades internamente. O novo sedan é absolutamente luxuoso e traz muitas inovações tecnológicas em relação ao modelo anterior.

Entre as novidades estão um sistema de infoentretenimento atualizado e uma HUD de realidade aumentada, tudo isso atrelado a um processador de cinco núcleos, 50% mais rápido que da edição 2020.

A melhor versão do MBUX

Com o upgrade nos processadores ficou fácil de deixar o MBUX (Mercedes Benz User Experience), o assistente pessoal do carro, ainda melhor. Com a tela do motorista de 12,3 polegadas (0,31 m), mais a tela central OLED com 12,8 (0,33 m)  o motorista tem uma experiência completa de informações.

Se já não bastassem as telas, a Mercedes adicionou um recurso de imagens 3D. Graças a um conjunto de câmeras que detecta a cabeça do motorista, ele gera as imagens de mapas e outras telas. Apesar de ser extremamente avançado, deixou os motoristas tontos ou enjoados. Porém, basta um simples toque na tela central para desativar a função.

5272_classe_s_2021.jpg

Outra atualização importante para o sedan foi a adição de vários perfis no MBUX. Com isso, cada motorista pode adicionar suas preferências, que ficam armazenadas no sistema. Caso outro condutor assuma o comando, basta colocar seu dedo no leitor de digital para alterar o perfil.

Além disso, o controle de voz está ainda melhor e mais preciso. O “Olá Mercedes” ainda conta com uma curva de aprendizagem, armazenando automaticamente alguns “vícios” dos motoristas.

Assistente de motorista

Outro recurso melhorado para o modelo 2021 foi o sistema avançado de assistência ao motorista (ADAS). O sistema inclui um total de 22 sensores e câmeras em todo o veículo. Tudo isso para dizer que o carro veja e responda às condições da estrada, outros veículos, sinais de trânsito, pedestres e ciclistas, e então deve responder como um motorista humano faria.

Vale ressaltar que ele é um assistente e não um piloto automático, portanto o motorista ainda deve estar atento na direção. Tanto é que o sistema também conta com rastreamento ocular e reconhecimento facial.

A detecção ocular e o monitoramento facial são usados para reconhecer sinais típicos de sonolência e desatenção do motorista. Caso perceba alguma alteração passa a exibir uma mensagem de advertência solicitando que o motorista faça uma pausa. Há também detecção de movimentos da pálpebra do condutor capaz de perceber sinais de sonolência, emitindo avisos sonoros.

O ADAS também pode controlar a velocidade do piloto para que ele não ultrapasse o limite da estrada. Faz alteração de faixa com segurança para a realização de uma ultrapassagem. E por fim, o sistema de estacionamento está mais completo. Ele é capaz de estacionar nas vagas mais complexas no centro de qualquer cidade.

5272_2021_mercedes_benz_s_class_interior.jpg

Conforto absoluto

A Classe S continua absoluta em termo de conforto para o usuário. Isso tudo inclui iluminação ambiente, controles de clima, configurações de fragrâncias, modos de assento de massagem, música e som. 

O sistema de áudio tem 1.750 watts de amplificação conta com dois ressonadores e 30 alto-falantes. Isso inclui subwoofers individuais em cada encosto. Os assentos de massagem opcionais são atualizados com mais zonas e modos mais distintos de articulação.

Por fim, conta com um programa de iluminação ambiente mais que completo. É possível deixar mais brilhante, realçar o ambiente ou até mesmo alterar conforme a luz do sol. A iluminação ainda está conectada com recursos de segurança, iluminando o painel de controle de vermelho durante a parada de assistência à frenagem de emergência ou piscando a porta antes de abri-la para o tráfego.

Preço e disponibilidade

O preço do novo Mercedez-Benz Classe S 2021 é de US$109.800 nos Estados Unidos, sendo seu modelo de entrada com um motor de seis cilindros. Chamado de S500 tem potência máxima de 429 cavalos e torque de 52 kgfm.

Já a versão V8, a S580 tem a potência de potência alcança os 496 cavalos e 70 kgfm de torque. O valor pode chegar em US$131.450. Além disso, ambos tem um frete de US$1,5 mil. Ainda não há informações sobre disponibilidade no mercado brasileiro.

 

 

Fonte:

mundoconectado.com.br

uol.com

 

 

Publicado em: 01-07-2021

Dicas de conservação do motor

Não é apenas a quilometragem que garante o bom estado do motor do carro. Os cuidados preventivos também pesam na hora de conservá-lo e são fundamentais para prolongar a sua vida útil.

Ainda que não seja possível estimar a vida do motor do carro, algumas medidas podem aumentar a sua durabilidade. Veja agora dicas de direção e de cuidados preventivos que contribuem para a conservação do seu veículo.

1. Controle da Velocidade

Dentre os principais cuidados com o motor do carro está o gerenciamento adequado da sua velocidade. Para não causar danos ao equipamento, você não deve frear ou reduzir bruscamente a velocidade do veículo. Assim como evitar fazer acelerações bruscas.

Além disso, também é importantíssimo usar a marcha adequada para cada velocidade. Demorar para trocar a marcha ou trocá-la antes da hora força o motor e reduz sua vida útil.

5251_7_dicas_para_conservar_seu_carro_e_mantelo_sempre_novo_806x384.jpg

Se seu veículo tiver conta-giros, fique atento para que o ponteiro não atinja a faixa vermelha, que indica que o motor está trabalhando no limite para que não haja danos nos seus componentes. Geralmente, isso significa que a velocidade está muito alta para a marcha engatada.

2. Manutenção preventiva

Faça sempre as manutenções preventivas no momento certo. O óleo deve ser trocado a cada cinco mil quilômetros rodados ou a cada seis meses para que não haja perda na qualidade de lubrificação, o que pode comprometer o bom funcionamento do motor e dos seus componentes.

Você também deve ficar atento ao nível de óleo e de água do veículo. No caso do óleo, caso ele se esgote, o motor pode ficar totalmente danificado. Portanto, analise se o recipiente não precisa ser completado ou se há vazamentos, mesmo que ainda não tenha chegado o período de troca.

5251_passo_a_passo_concerto_de_carros_antigos.jpg

Já o nível de água deve ser verificado semanalmente se está entre os marcadores mínimo e máximo no reservatório. Desta forma, você evita que o motor superaqueça e acabe empenando.

Você também deve trocar os filtros de ar e de combustível para evitar que impurezas entrem no motor e o danifique. Além disso, um filtro de ar entupido impede a entrada de ar limpo no motor e resulta também no aumento do consumo de combustível.

3. Revisão anual

Por fim, não deixe de fazer a revisão anual no seu veículo para garantir que todos os componentes estejam funcionando corretamente.

Mesmo que você seja cuidadoso e sempre fique atento ao desempenho do carro, não se deve dispensar as revisões, pois apenas um especialista pode identificar problemas que não são tão perceptíveis ou até mesmo antecipar possíveis falhas.

 

Fonte:

seminovos.unidas.com.br

chiptronic.com.br

portalautoshopping.com.br

Publicado em: 27-06-2021

Importância da troca do fluido de freio

O fluido de freio é um líquido especial que, como nome já diz, é utilizado no sistema de freios do carro. Ele serve para transferir a pressão exercida sobre o pedal de freios até as pastilhas e sapatas de freio, trabalhando em conjunto com os discos e tambores para a frenagem. Mais do que isso, atua também como um lubrificante do sistema.

Por ser um elemento que faz parte dos itens de segurança, ele merece toda atenção e cuidado. Vamos conhecê-lo melhor?

5230_fluido_de_freio_cp_fabbri.jpg

Características do Fluido de Freio

A qualidade do fluido é medida pela relação entre a taxa de compressão e o ponto de ebulição. Fluidos de freio bons apresentam baixa taxa de compressão (compressibilidade) e alto ponto de ebulição. Mas, vamos entender melhor essas duas características:

Compressibilidade: quando você aciona o freio, espera que o carro pare. Não é mesmo? E se o fluido não é de qualidade (ou está velho) a pressão não é a mesma. Ou seja, você tem a sensação que precisa pisar muito mais fundo para que ocorra a frenagem.

Ponto de ebulição: o fluido de freios trabalha com altas temperaturas e se o ponto de ebulição fosse muito baixo, ele literalmente ferveria dentro do carro. Isso causaria bolhas e atrapalharia a frenagem. Por isso, a qualidade também é medida pelo ponto de ebulição que deve ser alto. Desse modo, ele está apto para trabalhar com eficiência sem que suas propriedades originais se modifiquem.

E a cor influencia? Não. Ela vai variar de acordo com o fabricante. A qualidade é medida pelas duas características mencionadas e não pela coloração.

5230_fluido_de_freio.jpg

O fluido de freio é classificado pelo Departamento de Transporte dos EUA em DOT3, DOT4 e DOT5. Cuja diferença está principalmente no ponto de ebulição (205 C;  230 C; 260 C, respectivamente). Não há problema em substituir DOT3 pelo DOT4 ou o DOT4 pelo DOT5, mas nunca faça o contrário.

Você deve ter percebido que o fluido de freio é importantíssimo para a segurança e uma frenagem adequada. Com o passar do tempo, ele absorve umidade do ar e vai se diluindo, ficando “aguado” e perdendo suas características originais.

Com isso, ocorre uma redução no ponto de ebulição (sim, ele vai ferver dentro do seu carro), podendo ocasionar falha na frenagem devido às bolhas que se formam. Sem falar que ele perde sua compressibilidade, ou seja, dá aquela impressão de ter que afundar o pé para frear.

Por esse motivo, recomenda-se a verificação do fluido de freio uma vez por ano ou a cada 10.000 km rodados. Sendo sua substituição no máximo a cada dois anos ou 20.000 km.

Na verificação, são utilizadas ferramentas capazes de medir o ponto de ebulição e mensurar a porcentagem de água, que não deve passar de 4%. Por isso, é importante que você faça o “check-up” do seu carro, e mais do que isso, em uma oficina de confiança.

 

 

Fonte:

www.hightorque.com.br

cpfabbri.com.br

pneubest.com.br

revistacarro.com.br

Publicado em: 21-06-2021

BMW revela nova geração do Série 4 Gran Coupé

Depois de muita expectativa, a BMW finalmente revelou a nova geração do Série 4 Gran Coupé, que traz linhas inspiradas no i4 Concept. Ele é a versão quatro portas do Série 4, que já está disponível no Brasil. Totalmente renovado, o modelo aposta em um visual ousado, esportividade e tecnologia. O novo BMW Série 4 Gran Coupé pode chegar ao país somente em 2022.

Por fora, a nova geração do BMW Série 4 Gran Coupé manteve praticamente todas as linhas do elétrico i4, que foi apresentado em março. Na frente, há elementos do Série 4 de duas portas, como os faróis afilados de led e a polêmica grade duplo rim em posição vertical, que ao contrário do modelo i4, conta com design aberto e estilo colmeia. O para-choque pode ter dois estilos distintos, dependendo da versão.

Nas configurações mais em conta do Série 4 Gran Coupé, a peça traz entradas de ar laterais de contorno triangular, com linhas inspiradas nos modelos Série 3 e Série 5. Já nas versões equipadas com o pacote de acessórios M, o para-choque adota um visual mais rebuscado, com entradas de ar maiores e detalhes em black piano. Na lateral, o teto adota um caimento suave a partir da coluna B, como um cupê. O modelo tem quatro portas e linha de cintura elevada, e traz também uma saída de ar que surge atrás dos para-lamas dianteiros e segue até as rodas traseiras.

As rodas de liga leve contam com design inédito, e podem ser de 17’’ ou 18’’, dependendo da versão. Na parte de trás, o Série 4 Gran Coupé compartilha as lanternas e a tampa do porta-malas com o Série 4 de duas portas, contando inclusive com um pequeno spoiler sobre a tampa. O para-choque conta com um aplique na cor preta, que dá a sensação de que o carro é mais alto do que realmente é.

5218_2021_bmw_4_series_coupe_68.jpg

Por dentro, o Série 4 Gran Coupé é idêntico ao modelo de duas portas. O painel de instrumentos é digital e conta com tela de 12,3’’. Há também o sistema inteligente iDrive, que oferece tela de 10,25’’ na central multimídia que suporta as funções Apple CarPlay e Android Auto. O novo Série 4 Gran Coupé conta com saídas de ar para os ocupantes traseiros, e leva até cinco passageiros.

Sob o capô, o BMW Série 4 Gran Coupé conta com opções de motorização a gasolina e diesel. A mais potente delas é um motor 3.0 turbo de seis cilindros em linha, que funciona em conjunto com um sistema híbrido-leve de 48 volts. O conjunto oferece 374 cv de potência e 500 Nm de torque, sempre associado a um câmbio automático de oito marchas. Nessa versão, o cupê acelera de 0 a 100 km/h em 4,7 segundos e a velocidade máxima é de 250 km/h limitada eletronicamente.

Produzido na Alemanha, o novo BMW Série 4 Gran Coupé tem entregas previstas para novembro deste ano na Europa, onde terá preços a partir de 45.800 euros (cerca de R$ 284 mil). Apesar de provável, a vinda do modelo ao Brasil ainda não foi confirmada pela BMW. Caso realmente venha, o novo Série 4 deve chegar ao país somente em 2022, junto com a inédita versão elétrica i4.

5218_2020_bmw_i4_22_925x520_acf_cropped.jpg

 

Fonte imagens:

motor1.uol.com.br

www.terra.com.br

jornaldocarro.estadao.com.br

razaoautomovel.com

Publicado em: 17-06-2021

Presente Mercedes Benz no dia dos namorados

A Mercedes-Benz Collection apresenta uma grande variedade de presentes para o Dia dos Namorados, comemorado no próximo sábado, 12. A marca oferece um amplo portfólio com itens que ressaltam a qualidade e sofisticação da Mercedes-Benz para atender a diferentes perfis, incluindo desde vestuário até acessórios e itens de decoração, além de produtos de Fórmula 1 e AMG.

Por conta da data comemorativa, o catálogo está com condições especiais que podem chegar até 65% em alguns produtos selecionados. Entre os itens contemplados na ação, está a jaqueta Style Star, que é uma ótima opção para os próximos dias de inverno com o seu tecido acolchoado, garantindo melhor conforto térmico. A peça é confeccionada totalmente em Nylon e possui três bolsos frontais com zíper personalizados.

Outra opção para quem busca se manter aquecido e elegante é o colete esportivo AMG. Produzido em material 100% poliéster, o item possui corte slim fit, capuz removível e um fecho resistente à água. O visual é completado pela gola alta com protetor de queixo, dois bolsos com zíper externo e bolsos internos. Além disso, a impressão branca do logo AMG na frente é o detalhe particularmente atraente que faz referência à divisão da Mercedes-AMG.

5198_sem_titulo.png

Para as mulheres, a jaqueta premium Mercedes-Benz é ideal para manter o estilo em temperaturas mais baixas, pois o seu revestimento mantém o corpo na temperatura ideal. O material exterior é de Nylon leve com alto brilho que, juntamente com o logo da Mercedes-Benz em preto brilhante na manga esquerda, garantem um design esportivo especial. Ela possui ainda um capuz removível, largura ajustável na borda inferior, fechamento frontal e bolsos com zíper.

5198_fotos_b66958440.jpg

O relógio de pulso da Mercedes-Benz traz em seu design exclusivo toda elegância da marca e também pode ser um presente sofisticado e útil para o dia a dia. O produto possui caixa e pulseira em aço inoxidável numa combinação moderna de superfícies foscas e polidas, que garantem muito conforto e versatilidade.

Uma ótima alternativa para complementar o visual é a carteira com design diferenciado da estrela de três pontas. O produto vem na cor preta cujo desenho é ainda mais destacado pela logomarca fixada na peça. O acessório é equipado com um compartimento de notas e moedas, doze divisórias para cartões e três bolsos.

Outros dois acessórios em destaque são o chaveiro AMG GT, feito em aço inoxidável e acabamento de carbono, e a clássica caneta esferográfica AMG com detalhes prateados e acabamento de carbono, incluindo a gravação da nomenclatura ‘’AMG’’ e ‘’GERMANY’’.

Os artigos da Mercedes-Benz Collection estão disponíveis no site oficial https://www.mercedes-benzcollection.com.br/ e também podem ser encontrados nos concessionários, mediante a disponibilidade dos itens. Além disso, a Central de Atendimento ao Cliente pode ser acionada pelo telefone 0800-970-9090 para fornecer informações sobre os concessionários participantes.

 

Fonte:

mercedes-benzcollection.com.br

mecanicaonline.com.br

 

Publicado em: 11-06-2021

Sinais que a vela do carro pode dar problema

A vela de ignição é um negócio tão simples e discreto que muitas vezes passa despercebido para muitos motoristas. Mas deve ter atenção especial. Ela é a peça que se encaixa na cabeça do cilindro e que será a responsável por gerar a centelha que provoca a explosão da mistura ar/combustível, a consequente movimentação do pistão e o funcionamento do motor.

Nesta cadeia, então, a vela é fundamental para o perfeito funcionamento do propulsor, seja ele com injeção eletrônica ou com o velho carburador. Por esta razão, o componente deve estar em perfeitas condições de uso, caso contrário, o carro dará seus sinais.

E são muitos os sinais de que as velas vão dar problema, desde o motor que “fraqueja” até aumento do consumo de combustível. Confira mais uma reportagem da série sobre os sintomas que o carro revela quando a mecânica não está 100%, que já contou com capítulos sobre amortecedores e freios.

1. Dificuldade ao dar a partida

Motor demorando a pegar e dando aquela rateada ao virar a chave talvez seja o mais evidente entre os sinais de que as velas vão dar problema. A principal causa é o desgaste dos eletrodos dos componentes, provocado pelas faíscas geradas entre si.

5195_ngk_spark_plugs.jpg

Desta forma, os cantos vivos dos eletrodos sofrem desgaste e ficam “arredondados”, o que ocasiona um aumento da folga entre eles. Então, começa a haver um aumento da tensão para a geração da centelha. Isso afeta a capacidade da bobina e o veículo passa a ter dificuldades na hora da partida. Porém, vale verificar também cabos e bobina da ignição.

2. Carro engasgando

Você acelera gradativamente e o carro parece que está com soluço, dando solavancos. Isso significa que a força do motor não está sendo passada de forma estável. Provavelmente as velas estão ruins ou com sujeiras acumuladas, e não queimam o combustível corretamente, provocando tais falhas.

3. Perda de desempenho

Outro dos sinais de que as velas vão dar problema por causa do desgaste. Com o passar do tempo, aquela folga maior entre os eletrodos fará o motor render menos. As respostas ao acelerador ficam mais lentas e o carro demora a arrancar e a embalar – em alguns momentos, parece se arrastar.

Isso porque as velas são responsáveis por emitir a faísca que faz a combustão. Se elas não estiverem em perfeitas condições, não vão conseguir queimar o combustível na frequência correta. Por isso, a perda de desempenho.

4. Aumento do consumo de combustível

Vários fatores contribuem para o aumento do consumo de etanol ou gasolina do veículo, entre eles as velas de ignição. Caso as peças estejam desgastadas, a mistura ar/combustível não será queimada de forma adequada. Consequentemente, o carro vai beber mais.

5. Desgaste do eletrodo

Como já observado, a vela sofre um desgaste natural conforme o tempo de uso. A alta temperatura e a tensão às quais a peça é submetida provocam a chamada “erosão” dos eletrodos central e lateral. Isso gera uma folga entre esses eletrodos, o que dificulta a formação da faísca.

6. Manchas no isolamento do eletrodo

Um dos visíveis sinais de que as velas vão dar problema é quando surgem manchas no isolamento do eletrodo central, de tom amarelado. Esses resíduos são consequência geralmente de combustíveis de má qualidade e quando submetidos a altas temperaturas tendem a se tornar condutores, prejudicando o funcionamento da vela.

5195_vela_de_ignicao_o_que_e_e_quando_trocar_2.jpg

7. Marcha lenta irregular

Carro que morre à toa não é normal. E pode ter como causa a carbonização (ou efeito fuligem) das velas de ignição, geralmente ocasionadas por uma mistura ar-combustível muito rica. Porém, filtro de ar sujo, ponto de ignição atrasado, vela não compatível e até mesmo excesso de combustível podem provocar o acúmulo desse material, que afeta o funcionamento dos eletrodos e a intensidade da centelha.

 

8. Base do isolamento quebrada

 

Uma regulagem errada daquela folga entre os eletrodos central e lateral da vela pode danificar a base do isolamento da peça. Por isso, é preciso que o mecânico use ferramentas adequadas para fazer esse ajuste. Essa quebra vai interromper a centelha entre os eletrodos e a peça vai passar a gerar faíscas entre o eletrodo e… a capa da vela.

9. Manutenção das velas

As velas geralmente são trocadas a cada 50 mil ou 60 km, mas devem ser checadas a cada 10 mil km. Consulte o manual do seu veículo para saber sobre os intervalos de substituição e – igualmente importante – sobre as especificações da peça.

Isso porque a peça fora das recomendações de fábrica pode danificar outros componentes do motor, o que fará você gastar uma boa grana. Uma vela com rosca maior, por exemplo, pode encostar no pistão. Ao mesmo tempo, um aperto excessivo ou encaixe incorreto do equipamento pode quebrar a vela e danificar a rosca do cabeçote.

Lembre-se que um kit de velas original nem é tão caro: custa de R$ 50 a R$ 150, de acordo com a marca e o modelo. Na troca, peça também uma inspeção dos cabos e bobinas de ignição, pois o mau funcionamento destes também podem interferir na geração correta das centelhas.

10. As velas estão boas, mas o motor segue falhando?

E aí, não se esqueça que a corrente elétrica, que chega na vela de altíssima tensão, vem por um cabo. E o que  mandou a corrente pra esse cabo foi uma bobina.

Então, muitas vezes, a vela está legal ainda, mas a faísca não está boa porque o cabo está com um problema e ninguém também se lembra de trocar  o cabo. E ninguém lembra também de verificar se  a bobina está com algum problema.

Entendido? A faísca pode não está legal por causa da vela, do  cabo e da bobina.

 

 

Fonte:

quatrorodas.abril.com.br

marlonluz.com.br

moobie.com.br

dijo.com.br

 

 

Publicado em: 10-06-2021

Cuidados com a lataria do carro

O estado da lataria é a primeira impressão sobre os cuidados que se tem no carro.

A conservação e boa aparência do veículo ajuda além de conservá-lo bonito por mais tempo, é o primeiro ponto a ser observado na hora da venda do automóvel.

Por isso, aqui vão algumas dicas que irão ajudá-lo à cuidar da lateria do seu carro:

1)Lave-o sempre que necessário:

A falta de limpeza do veículo além de deixá-lo com aparência de velho e descuidado, pode danificar diretamente a pintura.

Isso porque a sujeira gera acúmulo de partículas e sujeiras prejudicando pintura e em alguns casos causando até o surgimento de manchas irreversíveis.

2)Polir

O polimento e o espalhamento são dois eficientes métodos que vão além da estética. 

5183_mercedes_benz_c180_avantgarde.jpg

Nos procedimentos, o uso de uma cera de qualidade protege o carro principalmente contra a radiação UV, que gera um aspecto de pintura queimada no carro.

No geral pode ser realizado entre seis meses a um ano.

3)Sempre seque o veículo

Ao lavar o carro ou deixá-lo na chuva, é importante secá-lo o mais breve que conseguir, para evitar manchas que podem ultrapassar da primeira camada da lataria, podendo passar pelo verniz e manchar a pintura de de forma naturalmente irreversível.

Não é necessário fazer isso toda vez que chover, mas é importante não descuidar.

Outra questão é deixar o carro debaixo de uma árvore para que não fique diretamente no sol. Apesar de ser aconselhável deixar o veículo na sombra, existem alguns riscos que podem acabar danificando mais ainda a lataria como por exemplo a queda de sementes e galhos que podem riscar a pintura, e também a possibilidade de a seiva grudar na lataria e ficando difícil para remoção.

Além disso o carro pode ficar sujo por conta dos pássaros.

Quem nunca teve o carro sujo por fezes dos pássaros?!

Essas fezes possuem uma substância que pode ser corrosiva e danificar o verniz de proteção da pintura, manchando o carro de maneira até permanente.

Em quase todos os casos mencionado acima é possível realizar um polimento profissional, mas ainda assim pode ficar vestígios de arranhões.

5183_pecas_bmw_m4.jpg

Então como conseguir manter a pintura do meu veículo conservada por mais tempo?

As capas automotivas de proteção pode ser uma solução boa porém apenas se o carro ficar mais parado, pois ao tirá-la e colocá-la muitas vezes pode gerar alguns arranhões de leve na lataria que podem não ser perceptíveis inicialmente, mas com o tempo esse quadro pode mudar, ficando mais visível e tornando a pintura mais fosca.

Siga nossas dicas, assim você conserva seu carro por mais tempo e não desvaloriza o seu bem!

 

 

Fonte imagens:

continentalautoestufa.com.br

netkar.com.br

uol.com.br

Publicado em: 04-06-2021

BMW obtém patente de retrovisores virtuais

Mais uma inovação que mostra porque a marca alemã BMW é reconhecida como uma das melhores em produção de veículos no mundo todo.

Além dos incríveis designers automotivos se destacarem no mercado, a montadora traz bastante conforto, inovação e tecnologia aos consumidores. 

Este mês a BMW registrou a patente de um novo modelo tecnológico de retrovisores, que usa uma tela projetada na janela do condutor.

Esse monitor recebe imagens de câmeras que estão alocadas atrás do veículo. O registro foi feito no Instituto Europeu de Patentes.

5167_bmw_i8_mirrorless_concept_5.jpg

Conforme as previsões, ao invés dos espelhos na lateral de fora do carro, a marca sugere ema tela projetado na própria janela como sendo o retrovisor, através de um vídeo das câmeras externas que é mostrado nesse monitor semitransparente.

Na prática funciona desta maneira: o motorista olha na direção como se houvessem retrovisores convencionais e enxerga a tela projetada, com o benefício aerodinâmico de não ter espelhos físicos.

Os retrovisores virtuais já são utilizados pelas montadoras, porém o destaque do projeto inovador da BMW é que as imagens são projetadas em uma parte semi-espelhada das janelas dianteiras, entre 0,5 a 2 metros do olho do motorista.

5167_bmw_i8_mirrorless_sem_retrovisor_aberta.jpg

O local onde é refletido foi pensado com o propósito de beneficiar a adaptação do motorista à nova tecnologia, pensando no costume que todo motorista já tem de olhar na direção dos espelhos físicos.

Essa modernização também objetiva diminuir o cansaço nos olhos do motorista, garantindo que a visão permaneça focada a longa distância enquanto os retrovisores são verificados.

Além disso, esse sistema pode projetar instruções de navegação, avisos de estacionamento e distância entre veículos, elevando à segurança na hora de conduzir o veículo.

 

 

Fonte imagens:

istoedinheiro.com.br

quatrorodas.abril.com.br

yahoo.com

Publicado em: 30-05-2021

Novo Mercedes Classe E chega ao Brasil mais potente

Depois de mais de quatro anos da novidade da sua última versão, a Mercedes-Benz reinventou o modelo Classe E para o Brasil. A 10ª geração do modelo sedã veio primeiramente ao país em 2016, e agora a Mercedes trouxe o sedã com designer, mecânica e diversos novos elementos. Os preços variam entre R$ 555.900 e R$ 1.400.900.

O renovado Classe E chega ao Brasil com três variações: E 300 AMG Line, E 300 Exclusive e o modelo mais top: o esportivo AMG E 63 S 4MATIC , que está como edição limitada no país.

O motor das duas primeiras versões dos modelos atuais são 2.0 quatro cilindros com turbo twin-scroll, que gera 258 cv e 37,7 kgfm. 

Esse up grade para um twin-scroll fez com que o veículo conseguisse chegar agora de 0 à 100km/h em pouco mais de 6 segundos.

O Exclusive e o AMG Line têm suas velocidades máximas chegando até 250 km/h, conforme carros de origem alemã.

Em relação à transmissão, o câmbio automático de nove velocidades 9G-Tronic ficou o mesmo da versão anterior.

Em relação ao desginer também houveram mudanças. Na versão Exclusive, a grade tem lâminas duplas, detalhes cromados e o símbolo da Mercedes no capô. Os faróis são multifeixe de 84 leds.

Já a versão AMG Line tem o logo da Mercedes integrado à grade com somente uma lâmina. A de iluminação é toda full LED, e as lanternas traseiras chegam até porta-malas, que recebeu uma nova tampa. 

5154_mercedes_benz_classe_c_2022_6.jpg

Dentro dos novos modelos, foi acrescentada novas opções de cores e materiais de acabamento. Aqui no Brasil, eles estarão disponpiveis em couro nappa preto, para as duas versões, e no marrom, somente na Exclusive. 

Na parte do painel, o volante compoe o acabamento em um tom preto brilhante e sombreados na cor prata, contando com o completo sistema multimídia Mercedes-Benz User Experience (MBUX) que possue duas telas de 12,3 polegadas lado a lado, como se fossem uma tela única, e com seus botões touch screen.

No quesito tecnologia o Mercedes vem com o sistema chamado de Urban Guard, que monitora o carro estacionado e tem alarme antirroubo diferenciado. Os sensores registram se o carro foi mudado de posição, se sofreu uma leve colisão ou até mesmo tentativa de arrombamento. Todas essas informações aparecem no painel de controle assim que o veículo é ligado de novo.  

 

5154_2021_mercedes_e_class_leak.jpg

Além disso o volante possui sensores que verificam a presença da mão do condutor. Caso ele não esteja segurando na direção, o painel manda um alerta e, se ele continuar inativo, é iniciada a Assistência de Frenagem de Emergência.  

Também o sistema de estacionamento automático, PARKTRONIC facilita a busca por uma vaga e a entrada e saída do veículo. Além disso sinaliza sobre a movimentação atrás do sedã enquanto ele está manobrando.

 

 

Fonte imagens:

motor1.uol.com.br

quatrorodas.abril.com.br 

 

Publicado em: 25-05-2021

Qual a função das molas no sistema de suspensão?

As molas tem o principal objetivo de absorver os impactos causados pelos buracos, valetas e oscilações das vias, aguentando o peso do veículo e mantendo sua altura em relação ao solo para que haja mais conforto, segurança e estabilidade no carro.

No sistema de suspensão, as molas trabalham sem parar, até mesmo quando o veículo não está ligado ou rodando. Por isso a importância de sua conservação e manutenção.

5140_molas_da_suspensao.jpg

O sistema se suspensão completo vai além das molas, sendo composto também por amortecedores, barras estabilizadoras, pivô e bandeja, que garantem a regularidade do veículo.

Todo esse conjunto de peças atua para uma funcionalidade perfeita de todo o sistema, por isso todos devem sempre estar em bom estado. A peça mais atuante junto com as molas é o amortecedor.

As molas absorvem os impactos sofridos pelas rodas. Já os amortecedores absorvem distensões severas, impedindo grandes oscilações no carro.

Além de mais conforto, as molas permitem que desgastes de outras peças pela ação da trepidação sejam evitados. Grandes vibrações poderiam provocar trincas e até ruídos altos no veículo e seus componentes.

5140_mola_de_suspensao.jpg

A revisão do sistema de suspensão deve ser completa, sendo verificada peça por peça, a cada 6 meses ou 10 mil quilometros rodados, o que vier primeiro.

Os sinais de desgaste mais visíveis são: as batidas entre elos, ferrugem, trincas, quebras e se o carro apresenta assimetria em relação à frente e à traseira com o solo.

A quebra da mola pode gerar grandes prejuízos, como danos nos sensores, pneus e sistema de freio, que podem causar acidentes. Por isso a manutenção preventiva é sempre a melhor solução.

 

 

 

Fonte imagens:

dpk.com.br

antimpacto.com.br

Publicado em: 20-05-2021

Cuidados no sistema de ignição

Você sabia que a eficiência do funcionamento do seu veículo, seja ele moto ou carro, está intensamente ligado com a correta manutenção do sistema de ignição?

Segundo especialistas na área mecânica automotiva, qualquer variação negativa nesse sistema, pode diminuir a potência e o torque do veículo.

Ainda como consequência o consumo do combustível fica mais alto e a emissão dos poluentes também aumenta, podendo danificar seriamente o motor .

Como o sistema de ignição pode afetar tanto o seu veículo? Pois é ele quem cria a faísca que dá início à queima de combustível para o motor (que é o coração da máquina), gerando energia que movimenta os pistões e mantém o funcionamento do motor.

O sistema de ignição é composto por componentes como vela, cabo e bobina. Como qualquer peça, essas sofrem desgaste natural e tem sua vida útil reduzida, sendo assim, é importante realizar a manutenção para não perderem sua eficiência e funcionalidade.

5120_12_ngk_revisaoferias_infografico.jpg

Como avaliar se esses componentes estão comprometendo o funcionamento do sistema por conta do desgaste?

Primeiramente pode ser realizada uma avaliação visual nas peças. Caso nada anormal seja detectado, se atende aos defeitos mais comuns: trincas, ressecamentos, cortes, quebrados, amassados, áreas derretidas, sinais de atrito, oxidações, folgas, desgastes acentuados ou desiguais.

Um erro bem comum que alguns motoristas acabam cometendo é a compra e o uso de peças baratas, fabricadas sem nenhuma qualidade técnica necessária e com matéria prima inferior, o que também pode comprometer o bom funcionamento do sistema de ignição e provocar defeitos intermitentes, bem difíceis de resolver.

5120_unnamed.jpg

Por isso é importante como sempre reforçamos aqui à procura de profissionais capacitados e fornecedores de credibilidade no mercado, para proteger você, seu veículo e o seu bolso.

 

 

Fonte imagens:

sanapel.com.br

nakata.com.br

oficinabrasil.com.br

 

 

 

Publicado em: 14-05-2021

Tudo o que você precisa saber sobre a bateria do seu carro

Apesar de ser um dos itens mais importantes para o funcionamento do veículo,  informações sobre a bateria automotiva ainda é um assunto que não é 100% conhecido por todos.

A bateria basicamente funciona como uma armazenadora e distribuidora de energia. Sua principal função é dissipar energia ao carro sempre que ele precisar.

Essa energia é utilizada na hora de acionar o motor do carro e para ligar qualquer função eletrônica (som, luzes internas, faróis etc).

5113_bateria_e_alternador_3.jpg

Para que essa energia fique sempre disponível o sistema elétrico do carro possui um alternador que recarrega a bateria quando o motor está ligado, dessa forma aquela energia sempre estará presente para quando precisar.

Apesar disso, como todo equipamento, ela tem sua vida útil e alguns fatores devem ser levados em consideração para que essa vida útil seja maior:

5113_bateria_carro_proauto_1000x500.jpg

Não usar som, luzes, faróis ou qualquer equipamento eletrônico quando o motor do carro estiver desligado, pois assim a bateria pode descarregar e comprometer a partida e funcionamento do veículo.

Não deixar o carro sem usar por muito tempo, pois mesmo parado, o veículo continua consumindo pequena quantidade de energia e sem o motor ligado o alternador não recarregará a bateria. Se você utiliza o seu automóvel só de vez em quando, se atente à ligá-lo pelo menos uma vez por semana, mantendo o motor em funcionamento por uns 10 minutinhos.

Desligue os itens eletrônicos do carro antes de desligar o motor: Essa prática é extremamente comum, mas não é inofensiva, pois pode causar sobrecarga na bateria que terá que oferecer a energia para acionar o motor de partida e ligar todos esses itens de uma só vez. 

Por fim, realize a manutenção e troca da bateria conforme exige o manual do veículo, obtendo somente marcas confiáveis no mercado e realizando sempre o seu descarte correto.

 

Fonte imagens:

veiculosnaweb.com.br

revistacarro.com.br

maosaoauto.com.br

Publicado em: 10-05-2021

A história do clássico Mercedes 190E Evolution

Há 31 anos atrás um dos carros de estrada mais especiais da história da Mercedes bens foi revelado para o mundo.
Lançado no Salão Automóvel de Genebra em 1990, o 190E foi na época de longe o carro mais rápido da marca alemã, dominou as competições de corridas nos anos 90 se tornando grande destaque espalhado rapidamente.

5097_87f283_.jpg

O modelo sedã esportivo tinha grande desempenho era visado para a estrada do carro de corrida DTM de mesmo nome. Sua principal característica de identificação era a  asa traseira para uso em esportes a motor.

Com 235 CV, o 190E fez os apaixonados por carros se aproximarem e darem maior destaque à Mercedes Benz. O modelo que era chamado de “EVO II”, se destacou completamente na categoria dos compactos da série de modelos 201 e se tornou um dos carros com melhores desempenhos.

Toda essa fama levava os clientes com ambições esportivas pagarem na época pelo menos 115.259,70 DM para um EVO II.

O sedã estreou publicamente no Salão Automóvel de Genebra de 8 a 18 de março de 1990.

Um ano antes, a Mercedes-Benz lançava o 190 E 2.5-16 Evolution (“EVO I”), porém que custava cerca de 1/3 menos.

Toda essa popularidade do momento não era a toa: o motor M 102 de quatro cilindros de 235 cv foi desenvolvido com base na unidade EVO I, sob a direção do Dr. Jörg Abthoff, chefe de desenvolvimento avançado de motores, e de seus parceiros Rüdiger Herzog, Dag-Harald Hüttebräucker e Rudolf Thom.

Para quem gosta de especificações mais técnicas, a sua rotação máxima do motor era de 7.700 rpm.

5097_qr_699_classicos_mercedes_190e_02.jpg

Na asa traseira, seu impressionante spoiler totalmente ajustável tinha uma aba retrátil na barra transversal superior, fazendo com que o designer do carro ficasse incrível!

O carro da vez era ainda equipado com reforços estruturais adicionais e rodas maiores de 17 polegadas com inspiração nas corridas de DTM.

 

 

Fonte imagens:

quatrorodas.abril.com.br

razaoautomovel.com

Publicado em: 03-05-2021

Quando de fato deve-se trocar as palhetas do limpador de para-brisa?

Com o limpador de pára-brisa em funcionamento a segurança do seu carro não fica comprometida. 

Você sabia que a atenção ao dirigir em dias de chuva deve ser redobrada, isso porque a água sobre o vidro pode atrapalhar a visibilidade e causar acidentes que muitas vezes poderiam ser evitados. 

Por esse motivo o desgaste das palhetas e borrachas do limpador deve se reparado com frequência, realizando a manutenção sempre que necessário. 

5083_limpador_borracha.jpg

Mas quando devo trocar as palhetas e borracha do limpador para-brisa? 

O ideal é que as palhetas sejam trocadas uma vez por ano, exceto nos casos de maior utilização e por desgaste excepcional, no qual os danos da peça podem aparecer antes deste prazo. 

Já o tempo de troca das borrachas do limpador de para-brisa pode ser facilmente detectado. Quando as borrachas estão ressecadas, com ruídos maior que o normal, perdendo a eficiência e com rachaduras, é o momento de trocá-las. 

O desgaste nas lâminas pode ser avaliado pelo empenamento e rasgos no acessório. 

  

Dicas para manter melhor o limpador de para-brisa: 

Preserve o reservatório dos lavadores abastecido com água e um aditivo ideal para a limpeza de vidros. Dessa maneira o atrito das palhetas com o vidro irá diminuir. 

Não utilize em hipótese alguma detergente ou sabão na água do reservatório, pois não são fluídos específicos para a finalidade e podem comprometer o bom funcionamento do acessório. 

Gostou do conteúdo? Compartilhe nas suas redes sociais com seus amigos essa informação. 

5083_sem_titulo.png

Lembrando que o recomendável é sempre investir na peça de maior qualidade, que dura mais tempo e tem maior eficiência.  

Conheça as peças e acessórios comercializados pela Marimport para o seu Mercedes e BMW.

 

 

Fonte imagens:

uniglassbr.com.br

drscar.com.br

Publicado em: 28-04-2021

M5 -O veículo milionário da BMW

A marca alemã BMW continua lançando aqui no Brasil e traz uma das versões mais tops do Série 5 

O Preço impressiona: R$ 1.006.950. Um milhão e seis mil novecentos e cinquenta reais, mas que valem cada centavo.

5072_99_bmw_m5_cs_2021_official_reveal_hero_front.jpg

Com seu motor V8 4.4 biturbo e 625 cv, o torque do carro de 76,5 kgfm não deixa na mão. 

O câmbio é automático de oito marchas e o série 5 chega de 0 a 100 km/h em 3,3 segundo, atingindo a velocidade máxima de até 305 km/h.

O modelo é esportivo, e segue a mesma linha de designer e atualização do resto da série, só que desta vez com um visual mais chamativo para concorrer com o também requisitado Mercedes-AMG E 63 S. 

5072_thumb2_2022_bmw_m5_cs_4k_interior_inside_view.jpg

No visual o carro conta com faróis um pouco menores de LEDs (com laser auxiliar no facho alto), grade maior e para-choques remodelados. 

O grande destaque para quem gosta de tecnologia é no sistema multimídia, o Upgrade foi com a tela de 12,3 polegadas e conectividade com Android Auto (além da conectividade com Apple Carplay, que já existia).

O esportivo tem também a chave digital, permitindo ações de travar, destravar e ligar o veículo através do celular. Além de função soft close, que fecha as portas caso elas fiquem entreabertas, ar-condicionado automático digital com controle de quatro zonas, park assist, head-up display e o som premium Bower & Wilkins.

O M5 estará disponível em oito cores de carroceria: branco Alpino, preto Safira, cinza Brands Hatch, Donington ou Bluestone, azul Snapper Rocks ou Marina Bay e vermelho Motegi.

 

 

Fonte imagens:

motor1.uol.com.br

 

Publicado em: 24-04-2021

Sinais que a embreagem precisa de atenção

O seu carro tem componentes e conjuntos mecânicos que anteriormente à sua falha demonstram sinais facilmente identificáveis no uso do dia a dia. 

Abordaremos alguns sinais da embreagem e da transmissão:

 

1. Embreagem dura

Pode ser causado por diversas situações, porém é o sinal que antecede um problema certeiro na embreagem. 

 

2. Pedal de embreagem sem folga

O certo é o veículo começar a se movimentar com o pedal da embreagem a partir da metade do curso, caso contrário é sinal de desgaste no sistema.

 

3. Pedal de embreagem trepidando

Se a trepidação for maior que o normal, não é um bom sinal. O problema pode ter diferentes causas, desde a instalação dos discos até desgaste dos suportes da transmissão.

Além disso, cubo de embreagem quebrado e resquícios de óleo e de graxa podem aumentar o atrito, causando a trepidação no pedal após o acionamento da embreagem.

5069_veja_todos_os_componentes_de_uma_embreagem_e_seu_funcionamento_1.jpg

4. Pedal de embreagem ou câmbio barulhento

Nenhum barulho fora do normal é indício de que está tudo bem. O ideal é levar assim que possível o carro para um profissional, principalmente neste caso, pois o problema pode atingir a caixa de câmbio.

 

5. Marcha arranhando

Câmbio que “arranha” com as trocas de marchas, mesmo que o condutor esteja com o pé fundo na embreagem é sinal de um câmbio com problemas.

As principais causas são: o anel sincronizador desgastado, defeitos no garfo ou falta de fluido no sistema de transmissão.

 

6. Câmbio que se movimenta sozinho

O mais comum é que um coxim do câmbio desgastado cause folgas no sistema, fazendo com que o câmbio e a alavanca se movimentem.

 

7. Carro patinando

Relacionado ao excesso de resíduos ou deterioração do disco da embreagem. 

 

5069_julho3_pe_acionando_pedal_embreagem_carro_900x506.jpg

8. Trepidação ao arrancar

Outro indício bem comum que sinaliza que a embreagem vai dar problema. Pode estar sendo causado por conta do disco desgastado ou vindo de origem do motor.

 

 

Fonte imagens: 

cpfabbri.com.br

penachin.com.br

canaldapeca.com.br

Publicado em: 22-04-2021

O SUV de 7 lugares que você não vai resistir

A Mercedes-Benz lançou oficialmente aqui no nosso país o GLB, novo SUV de sete lugares.

O incrível e espaçoso que fica entre o GLA e o GLC, chega importado do México na versão de lançamento 200 Launch Edition, custando em torno de  299.900 mil reais. Com o inédito modelo, a Mercedes pretende liderar as vendas de SUVs de luxo, hoje disputada com o competitível BMW X1.

O GLB tem como destaque principal para quem procura um carro que cabe toda família sete assentos. Com 4,63 metros de comprimento e 1,83 metros de largura, o SUV é tem espaço de sobra.

O motor da super máquina é 1.3 turbo com 4-cilindros a gasolina, desenvolvido em parceria com a Renault. Para quem gosta de potência, vai gostar de saber que o veículo tem 163 cv e um torque máximo de 25,5 mkgf disponível a partir de 1.620 rotações. O gerenciamento é feito pelo câmbio 7G-DCT de dupla embreagem e 7 marchas.

O GLB possui recurso super tecnológico de sistema de desativação de dois cilindros, que é acionado automaticamente quando está em velocidade constante, trazendo economia de combustível.

O modelo tem tração traseira e a transmissão oferece quatro modos de condução: Comfort, Sport, Eco e Individual, em que o motorista opta conforme preferência.

Além da amplitude para receber até 7 passageiros o porta malas do carro tem 130 litros de capacidade, tornando-o bem valorizado no quesito espaço. A grande versatilidade é que o bagageiro passa a comportar 500 litros com a terceira fila abaixada. E chega a 1.680 litros com as duas fileiras de trás dobradas.

5064_mercedes_benz_glb_7_e1560384440768.jpg

E como não podia deixar de ser, a Mercedes-Benz deixou o GLB 200 sem faltar nada: ar-condicionado de duas zonas, teto solar panorâmico, abertura elétrica da tampa traseira, faróis e lanternas Full LED, rodas AMG de 19 polegadas, bancos dianteiros elétricos com memória, painel com telas de 10,25 polegadas integradas em um cluster no topo com central multimídia MBUX.

5064_interior_mercedes_benz_glb_1460x821.jpg

No quesito segurança a marca alemã também não erra: com assistente ativo de direção, alerta de ponto cego, frenagem de emergência, Brake Drying (mantém os freios secos em dias de chuva), oito airbags e um assistente de desembarque que avisa caso outro veículo se aproxime.

 

 

Fonte imagens:

revistacarro.com.br

quatrorodas.abril.com.br

autopapo.uol.com.br

Publicado em: 18-04-2021

Pastilhas de freio

As pastilhas de freio devem estar sempre com a manutenção em dia e em bom estado, pois sem isso a sua segurança do veículo pode ser comprometida. São componentes que sofrem muito atrito e desgaste no sistema de freio do carro.

A manutenção dessas peças não costuma ser cara comparada ao preço de reparo caso elas falhem. Além disso, com tudo em dia, outros componentes do veículo também são preservados, como os discos de freio.

 

Algu5056_unnamed.jpgns sinais que indicam que a pastilha precisa ser substituída:

Ruídos fora do comum: nem todo ruído que vem dos freios é sinal de problema, mas os barulhos mais agudos fora do comum devem ser observados;

Frenagem com falhas: pode ser causado por outros problemas também como fluído com baixo nível por exemplo, além do desgaste das pastilhas;

Presença de pó preto em excesso nas rodas: se não forem pastilhas de cerâmica, este pó fora da quantidade normal é um sinal de que as pastilhas já estão bem gastas e soltaram muito fuligem.

Recomendamos que seja feita uma revisão no veículo entre 5 e 10 mil quilômetros rodados para evitar qualquer problema.

5056_textar_epad.png

A Marimport comercializa pastilhas da melhor qualidade importada, marca Premium Textar Epad, que traz melhor performance para o seu veículo:

-Abrasão reduzida (resíduos facilmente lavados);

-Minimização de ruídos (maior conforto ao dirigir);

-Alta qualidade com desempenho comparável aos padrões europeus;

-Longa vida útil (melhor custo-benefício de peça).

As Pastilhas Premium Textar Epad são compatíveis com modelos Mercedes Benz C-Class, E-Class e GLK-Class.

 

 

Fonte imagens:

canaldapeca.com.br

barros.com.br

textar.com

Publicado em: 13-04-2021

Os Clássicos BMW: programa Inside BMW Group Classic

A BMW possui no YouTube o programa Inside BMW Group Classic, uma série que contempla os modelos clássicos com mais destaque da marca, mostrando tudo sobre o assunto com muitos detalhes.
A série é publicada no canal oficial da BMW no YouTube.

Os episódios são em inglês e para quem gosta do assunto vale muito a pena ver. A série da BMW no YouTube mostra todos os bastidores que contam histórias sobre modelos de coleção. 

Além de histórias, curiosidades e notícias sobre a marca, a montadora mostra  conteúdo sobre os carros e também as suas motos.

Alguns carros clássicos mostrados na série:

5047_bmw_m3_csl_manual_1_925x520_acf_cropped.jpg

•BMW M3 E46: O cupê esportivo que apareceu nos anos 2000 com linhas fluídas e um aspecto mais robusto foi um sucesso da época.

 

5047_1990_bmw_e31_m8_prototype_16.jpg

•BMW M8 E31: O BMW E31 é a primeira geração do BMW Série 8, construído entre 1990 a 1999, movido por um motor V8 ou V12 . 

5047_1994_bmw_m5_a_venda.jpg

•BMW M5 E34: Foi um carro que ditoi tendência e foi sonho de muitos. Além do desempenho nas ruas e estradas e E34 tinha o seu designer interior incrível e bem confortável, o que o tornava mais visado ainda.

5047_575f31600e216345750bcd94qr_681_classicos_m3_01_tif.jpg

•BMW M3 E30: Sedã de 1981 com duas portas, considerado cupê, ou de quatro portas, foi destaque principalmente no mercado americano.

5047_be08c170248c27bc6d06fd9cf5e69fda.jpg

•BMW E36: Em 1990 O E36 foi sucesso em todo o mundo, substituindo o BMW E30, famoso pela versão M3.

 

Fonte imagens:

razaoautomovel.com

carscoops.com

thegarage.com.br

quatrorodas.abril.com.br

pinterest.com

Publicado em: 07-04-2021

Você sabe como funciona o ar condicionado do seu veículo?

O sistema de ar condicionado nos carros teve poucas mudanças desde que foi criado, mostrando assim que atende às expectativas de sua função desde então.

Mas você sabe como ele funciona?

O princípio é o mesmo de uma geladeira, utilizando transferência de calor.

5038_ar_condicionado_automotivo.jpg

Na prática, um fluído passa dentro de um circuito fechado que circula pelo cofre do motor e por dentro do painel. Após isso é pressurizado por um compressor, onde aumenta sua temperatura.

Na próxima etapa do processo, passa por um radiador, que recusa o calor e se condensa. Depois disso, o fluído condensado passa pela válvula de expansão, que por fim diminui a pressão e temperatura do líquido.

A última etapa se passa no evaporador, no qual que fica gelado por conta do líquido expandido. O evaporador esfria o ar puxado pelo ventilador do exterior (ou cabine) e gera o vento frio que vai para o interior do carro. Já o fluido, agora aquecido, é sugado pelo compressor e retoma o circuito do ar-condicionado.

5038_296276_manutencao_de_arcondicionado_automotivo_confira_6_dicas_imperdiveis.jpg

Já falamos aqui no blog também sobre a importância da troca e manutenção dos filtros de ar, que garante um bom funcionamento do equipamento e proteção à saúde dos passageiros.

Por isso, a Marimport trabalha com as melhores marcas importadas de filtros para seu Mercedes e BMW, levando segurança, qualidade e melhor custo-benefício para o seu veículo.

 

 

Fonte imagens:

autoesporte.globo.com

blog.takao.com.br

doutormultas.com.br

ultracar.com.br

Publicado em: 06-04-2021

Mercedes Benz ganha duas novas versões do GLB mais baratas no Brasil

A Mercedes-Benz anunciou este mês a vinda de mais duas versões de seu modelo GLB 200.

A notícia supreendente é que as duas novidades são mais baratas do que a Launch Edition, que custa R$ 299.990, lançada em outubro do ano passado, porém não deixam de perder em qualquer quesito de qualidade, tendo assim um ótimo custo benefício.

O SUV de 7 lugares agora será comercializado nas versões Advance e Progressive e começarão a ser vendidos com previsão ainda para o final deste mês .

Os destaques da versão GLB 200 Advance são: sistema de abertura/fechamento de portas e partida sem chave, assistente de estacionamento ativo com câmera de ré, assistente ativo de frenagem, faróis full led e novas rodas de liga leve de 18”.

5021_164102060_882643532575909_368810540170195323_n.jpg

O GLB 200 Progressive tem destaques como:piloto automático adaptativo, assistentes semi autônomos de direção, ponto cego, desembarque, mudança e manutenção de faixa, pacote completo de partida, abertura/fechamento de portas e porta-malas sem chave, rodas AMG de 19” e teto solar panorâmico.

Ambos os veículos utilizam o mesmo motor 1.3 turbo de 4 cilindros a gasolina, criados em parceria com a montadora Renault, com 163 cv de potência. O câmbio dos novos Mercedes é automatizado de 7 marchas com dupla embreagem.

Os preços variam de R$ 264.900 à R$ 290.900, sendo a versão Progressive a mais cara.

5021_images__1_.jpg

Outro destaque é a variedade da capacidade que o carro pode ter conforme a versatilidade dos bancos, podendo variar de 130 à 1.680 litros.

 

 

Fonte imagens:

jornaldocarro.estadao.com.br

instajust.com

quatrorodas.abril.com.br

Publicado em: 29-03-2021

BMW iX é a grande rival de modelo Tesla X

A BMW apresentou ao mundo sua versão final do SUV elétrico em 2020.  Nomeado iX, o modelo será o primeiro carro da BMW feito sobre a nova plataforma modular da fabricante. A produção em série começa após o mês de Junho deste ano, na Alemanha.

O que o IX tem de destaque?

Quanto à parte externa podemos destacar a grelha da grade dianteira, que inclusive é a mesma dos modelos M3 e M4, com um visual futurista e também mostrando sua versão minimalista. Alé, disso, o iX tem altura bem próxima ao modelo X5 e largura parecida com à do modelo X6.

5009_bmw_ix_sport_30_edited.jpg

Dentro da cabine, o novo BMW elétrico conta com tecnologias inéditas. Destacando o painel de instrumentos com tela de 12,3 polegadas, a central multimídia sensível ao toque e ambas com forma curva.

Ainda tratando da ergonomia do carro, o volante tem formato hexagonal e o console com acabamento de madeira permite ainda comandos sensíveis ao toque.

5009_sem_titulo.png

Se tratando de comodidade e eficiência a cabine do iX não decepciona, sendo  bem espaçosa para até cinco ocupantes.

No quesito tecnologia o veículo tem 5G a bordo e processadores ultrarrápidos. Em resposta à isso os sistemas de condução  são semiautônomos e muito eficientes e precisos.

Podemos citar também a tecnologia eDrive de eletrificação da marca. Com dois motores elétricos e 500 cv de potência, leva o carro de 0 a 100 km/h em somente 5 segundos.

O mais incrível é a autonomia é de até 600 km, de acordo com o padrão europeu WLTP, com baterias recarregadas em estações rápidas de até 200 kW. Para termos uma ideia com 10 minutos de carregamento o carro atinge uma automonia de 120 Km.

 

5009_p90407442highresthe_first_ever_bmw_i.jpg

O iX será o precursor de muitas novidades tecnológicas, soluções de eletrificação, inteligência artificial e sistemas de condução autônomos.

As primeiras unidades do modelo chegarão às lojas da Alemanha no final do ano de 2021,com previsão de ser lançado depois no mercado norte-americano.

 

 

Fonte imagens:

terra.com.br

automaistv.com.br

eprixnews.com.br

carpixel.net

Publicado em: 25-03-2021

Vícios ao dirigir que prejudicam seu veículo

Com o tempo, criamos hábitos e vícios que se tornam automáticos na maneira como conduzimos o carro. Alguns desses hábitos no entanto, podem prejudicar o carro.

Confira 10 vícios de condução que se você tem, deve parar de fazê-lo:

1. Não dar atenção ás luzes de alertas

As luzes de alertas que aparecem no painel do carro quando aparecem não podem ser ignoradas de nenhuma maneira. Elas sinalizam como anda o funcionamento do veículo, se há algum componente ou fluido exigindo troca ou atenção imediata.

2. Rodar na reserva

Em tempos de combustível caro, as vezes andar na reserva pode poupar um pouco do gasto à curto prazo, porém viemos avisar que o barato pode sair caro: além prejudicar a bomba de combustível, caso o veículo fique sem combustível para rodar, o motorista leva 4 pontos na CNH em casos de obstrução do trânsito por pane seca.

3. Não trocar óleo vencido

O é fundamental para o bom funcionamento do motor, lubrificando os seus componentes.

Com o tempo, o óleo fica mais viscoso, exigindo mais do motor até o ponto de ele vir à danificar por completo.

 

5002_vicios_ao_volante_1.jpg

4. Conduzir o carro com a mão no câmbio

Manter uma mão na alavanca sem necessidade acaba forçando o componente, exigindo sua troca precoce.

5- Vícios ao estacionar

Muitos motoristas estacionam o carro com a roda virada em direção à calçada, pensando que pode haver alguma segurança caso o freio de mão não funcione da maneira esperada. Porém em casos de batida, distribuirá a força do impacto de forma desigual pelo carro, provocando sem dúvidas danos estruturais no veículo.

6. Passar em lombadas na diagonal

Esta ação, também muito comum, pode causar problemas na suspensão do veículo.

7. Frear ou acelerar bruscamente

Frear ou acelerar bruscamente pode causar o desgaste antecipado dos freios, diminuindo a sua vida útil e aumentando o espaço necessário para frenagem.

 

 

5002_como_regularizar_a_cnh_suspensa.jpg

8. Aquecer os motores

Este hábito, antigo e desnecessário, traz riscos para o motor e agride o meio ambiente, pois causa queima de combustível desnecessária.

Com a tecnologia da injeção eletrônica, os motores aquecem durante a condução, não sendo necessário esquentá-los como antigamente se fazia.

9. Não calibrar os pneus na frequência recomendada

Cada carro necessita de uma pressão específica para a calibração dos seus pneus.

A falta dessa simples manutenção faz com que partes da suspensão fiquem sobrecarregadas, prejudicando-a precocemente.

É importante reforçar também que com os pneus menos cheios que o necessário o carro fica mais “pesado” ao dirigi-lo e gasta mais combustível que o normal.

 

10-Ficar com o pé sobre a embreagem quando não é necessário

 

O pé deve ficar sobre a embreagem somente quando for utilizá-la, ou seja, no arranque, parada e trocas de marcha. Fazendo isso você não reduzirá a vida útil das peças que compõem o sistema do pedal.

 

 

Fonte imagens:

institutocombustivellegal.org.br

icetran.com.br

clubedetran.com.br

bsautocenter.com.br

Publicado em: 22-03-2021

Compra do Ano 2021 categoria esportivo: Mercedes-AMG C 63 S

O Mercedes-AMG C 63 S levou o prêmio Compra do Ano 2021 na categoria Esportivo.

O modelo une o melhor do sedã com o melhor da geração W205, garantindo espaço para a família toda e sem deixar o desempenho e a esportividade de lado.

Diferentemente do Mercedes-AMG C 43 4Matic (R$ 489.900), que tem um V6 3.0 biturbo de 390 cv e 53 kgfm, o Mercedes-AMG C 63 S conta com um V8 4.0 biturbo de 510 cv e 71,4 kgfm, atingindo 100 km/h em apenas quatro segundos.

4985_mercedes_amg_c63s_v8_e1522665768757_925x520_acf_cropped.jpg

O motor do carro tem grande auxílio da nova caixa automatizada multidiscos AMG SpeedShift MCT de nove marchas, qque antes era de sete, trazendo maior rapidez nas trocas/reduções.

O modelo que é forte consegue ao mesmo tempo ter a delicadeza ao selecionar os modos Eco ou Comfort, com direção leve ao esterço, marchas passadas brevemente e suspensões AMG até macias ao absorver os buracos das ruas.

Podemos destacar também os modos para pisos escorregadios e o “Individual”, que pode ser ajustado por cada pessoa os parâmetros do motor, do câmbio, das suspensões e do diferencial traseiro.

4985_mercedes_amg_c_63_s_coupe___interior__2_.jpg

Por dentro, o Mercedes-AMG C 63 S tem acabamento elegante e da melhor qualidade, com fibra de carbono no console central e detalhes em aço escovado.

O quadro de instrumentos, é digital e configurável, e a central multimídia mantém os padrões da marca, com conectividade para smartphones.

Curioso para saber o preço? Na faixa de 600 mil reais, porém bem investidos!

 

Fonte imagens:

jornaldocarro.estadao.com.br

car.blog.br

razaoautomovel.com

motorshor.com.br

Publicado em: 17-03-2021

O Mercedes-AMG C 63 S é a Compra do Ano 2021 na categoria Esportivo.

Publicado em: 17-03-2021

Ruídos no seu veículo?

Os ruídos do carro podem sinalizar desde uma coisa muito simples até complicações que poderão ser mais complexas e mais onerosas.

Veja alguns exemplos:

Um dos ruídos mais comuns que ocorrem no veículo e que incomodam bastante o motorista é o som produzido pela pastilha de freio que está desgastada.

Este ruído se assemelha à sensação de ter areia ou pedras no espaço do disco.

Quando isso acontece é sinal que a eficiência do freio pode ser prejudicada e até que o disco de freio pode ser danificado, causando maiores prejuízos.

4957_revistasaudenewscombr.png

Outro som comum é o da folga dos amortecedores, que é percebido quando o carro passa por buracos, depressões ou lombadas.

Além disso, caso seu carro apresente trepidações no volante, procure uma oficina de sua confiança o quanto antes, pois é um sinal de instabilidade.

Outro problema corriqueiro é quando o apoio do motor é danificado causando um barulho que pode ser confundido com problemas na suspensão. Deve-se ficar atento à este sinal também, para não comprometer a segurança do veículo.

Outro ruído que incomoda muito, dependendo de seu grau de desgaste é o provocado pelo desgaste do rolamento das rodas, que começa a dar sinal de que é necessário realizar a substituição. Os rolamentos desgastados podem travar as rodas do carro, causando acidentes.

Apesar da experiência dos condutores e dos sinais que quase sempre são iguais, alguns problemas só podem ser de fato diagnosticados por profissionais mecânicos, assim como resolvê-los da melhor forma.

Um alerta: quando o barulho vier em função do funcionamento do motor, procure um mecânico o mais rápido possível, fazendo isso você poderá salvar a parte mais importante de seu veículo, evitando gastos caros e desnecessários causados pela manutenção forçada.

4957_terravaleseguroscombr.png

Lembrando sempre que ao realizar a manutenção do seu veículo, procure sempre um fornecedor com credibilidade do mercado e peças/acessórios de qualidade!

 

Fonte imagens:

terravaleseguros.com.br

bamaqconsorcio.com.br

revistasaudenews.com.br

Publicado em: 09-03-2021

Dicas para economizar combustível

A economia de combustível pode ter relação principalmente quanto ao modo de dirigir do motorista. Confira as dicas da Marimport:

4933_dicas_para_dirigir_na_alemanha_04.jpg

  • Quanto à troca de marchas
    Não “forçar” o carro e realizar a troca das marchas na rotação correta irá fazer com que o carro não consuma mais combustível do que deveria normalmente;
  • Quanto à manutenção
    A manutenção realizada com a periodicidade correta evita que o motor gaste mais combustível que o necessário, aumentando também a vida útil do componente. É necessário verificar regularmente se a manutenção do veículo está em dia e realizar, quando necessário, a troca os filtros de ar, de óleo, de combustível e realizar a substituição das velas.
  • Quanto ao uso do ar-condicionado
    A utilização do ar está relacionada diretamente ao consumo de combustível, já que o equipamento é operado pelo motor. Utilizando o ar somente quando houver necessidade trata uma economia significativa.
  • Quanto ao peso levado no carro
    Quanto mais pesado o carro estiver, mais combustível ele gastará, pois o motor terá que fazer mais força para colocar o carro em rotação.
  • Quanto à pressão dos pneus
    Pneus mais vazios, abaixo do indicado, também influenciam no rendimento do veículo e consomem mais combustível, pois geram mais atrito com o chão.
  • Quanto ao alinhamento e o balanceamento dos pneus
    Além da pressão dos pneus, o alinhamento correto e balanceamento dos pneus fará com que o veículo economize combustível.
  • Quanto à aceleração Com o intuito de tambem prevenir o desgaste do motor, é importante trocar as marchas de forma tranquila, sem trancos e que a aceleração não seja brusca.
  • Quanto à velocidade constante
    O trânsito pode influenciar no consumo do combustível, uma vez que parar e andar toda hora, sem uma velocidade constante consome mais combustível.

4933_8d34b1731ee020105d10e7959dc84bcf.png

Obs.: ao contrario do que muitos pensam estar certo, deixar o carro no ponto morto na descida não traz economia, além de que pode ser perigoso.

 

Fonte imagens:

Sundaycooks.com

portalautoshopping.com.br

tgpoli.com.br

Publicado em: 05-03-2021

Cuidados para conservar a bomba de combustível do seu carro

A bomba de combustível tem a função de enviar combustível com pressão e vazão suficientes do tanque para a linha de alimentação do motor, juntamente com outros componentes do sistema de injeção.

Caso a bomba de combustível pare de funcionar, o carro simplesmente não anda.

Por isso, é essencial que o motorista realize sempre que necessário a verificação do funcionamento e desempenho desse componente, realizando a manutenção preventiva.

Essa manutenção deve ser realizada para evitar possíveis vazamentos no interior do veículo, e também para usufruir de  todo o potencial de performance e funcionamento no carro.

4892_images.jpg

Outros itens que também precisam estar em ordem para não prejudicar o funcionamento da bomba são: o pré-filtro, o filtro,as mangueiras e a parte elétrica.

Um dica: Sempre que mexer na bomba, o pré-filtro deve ser substituído, caso contrário, as impurezas passarão para a linha.

Como saber quando é a hora de realizar a manutenção na bomba?

Listamos alguns sinais que precisam de atenção:

  1. motor apresentando falhas e baixo desempenho;
  2. dificuldade para atingir determinada velocidade;
  3. gasto excessivo de gasolina

O tempo de uso é um dos principais fatores de ocorrência desses problemas, mas estima-se que a durabilidade da bomba de combustível seja de aproximadamente 100 mil quilômetros.

4892_7ec36c7a4e.jpg

Outro fator que pode afetar a conservação da bomba é a utilização de combustível adulterado ( gasolina batizada), que em qualquer hipótese (% de adulteração) será extremamente prejudicial para o funcionamento do carro. Por isso é importante abastecer seu veículo somente em postos de confiança.

Outro fator que pode acabar prejudicando a bomba, é rodar com o tanque na reserva, o que é muito praticado pelos motoristas. O ideal é que não se ande com o veículo com tanque sempre vazio por muito tempo, o recomendado é que o tanque esteja com pelo menos ¼ de combustível na maioria do tempo de sua utilização.

 

Fonte imagens:
chiptronic.com.br

Publicado em: 01-03-2021

Novo Classe C - Mercedes Benz

A Mercedes Benz está mais uma vez fazendo sucesso com o lançamento do tão aguardado novo modelo Classe C.

Em seu designer, o novo Classe C é o “upgrade” do sedã top de linha Classe S mais atual, porém com um viés mais esportivo com 4,75 m de comprimento (6,5 cm maior em relação ao último Classe C) e largura de 1,82 m.

4874_mercedes_benz_classe_c_2022_11_23022021_47297_960_720.jpg

Ainda falando sobre as medidas do novo veículo, o entre-eixos permitiu ganhos na área livre para as pernas dos passageiros no banco traseiro, melhorando o conforto e espaço, e o seu porta-malas possui 455 litros de capacidade.

Para quem gosta de informações mais técnicas sobre motor o Mercedes-Benz Classe C contará exclusivamente com 4 cilindros, todos com propulsores modulares FAME (Family of Modular Engines), com algum tipo de eletrificação otimizando a sua eficiência. Os motores serão elétricos com autonomia na faixa de 100 km para rodar consumindo apenas eletricidade. A variante híbrida terá opções combinando o motor 2.0 turbo a gasolina bem como o 2.0 turbodiesel em alguns casos.

4874_mercedes_benz_classe_c_2022_11_23022021_47295_960_720.jpg

Em seu lançamento, o carro do ano 2022 foi apresentado oferecendo como opções de motores a gasolina o 1.5 turbo e o 2.0 turbo, com injeção direta, contando com função overboost, que, no C 180 por exemplo, permite um ganho de 20 cv na potência, impulsionando o veículo de 0 a 100 km/h em 8,6 segundos e até 231 km/h de velocidade máxima.

Ainda falando de potência, o novo C 200 acelera de 0 a 100 km/h em 7,3 segundos e a velocidade máxima é de 246 km/h, e a versão C 300 acelera de 0 a 100 km/h em 6 segundos e a velocidade máxima é de 250 km/h. Incrível não?!

A Mercedes informou que o lançamento em alguns países será após a estreia europeia. Já estamos ansiosos para ver essa configuração híbrida plug-in com o sistema de quarta geração da fabricante!

Voltado mais para a parte de funcionalidade e estilo do carro, a Mercedes nunca decepciona e desta vez não poderia ser diferente.

4874_mercedes_benz_classe_c_2022_11_23022021_47294_960_720.jpg

O interior do veículo tem um destaque atraente e confortável, e possui painel multimídia com todas as ferramentas de utilização necessárias, sem deixar nada faltar ao motorista e aos passageiros.

Na Europa o carro poderá ser encomendado a partir de 30 de março e a previsão para a chegada do modelo no Brasil é aproximadamente no quarto trimestre deste ano.

 

 

Fonte imagens:

Autoo.com.br

Publicado em: 23-02-2021

Porque ter um veículo importado?

Ter um automóvel importado só tem vantagens.

Apesar da gama de modelos de automóveis que p mercado dispõe, os consumidores exigentes sabem exatamente o que estão procurando. E este é o seu caso, certo? 

Digamos que possuir um carro importado vai muito além do que apenas luxo, pois eles possuem garantia de conforto, desempenho e exclusividade que são incomparáveis.

Sem exceção à regra, os veículos importados são conhecidos mundialmente por suas  versões detentoras de qualidade superior e ótimo custo benefício com preços vantajosos. Além disso, nenhum deles decepciona quando o assunto é serem completos, sofisticados e mais econômicos.

4865_bmw_320_2_e1563811504800.jpg

Quer 8 razões para adquirir o seu? A gente mostra : )

1- acessórios como ar-condicionado e direção hidráulica (pelo menos) já são componentes de fábrica;

2- uso de tecnologia sempre mais avançada, trazendo conforto e manutenção descomplicada;

3- A conservação das peças é maior, aumentando o tempo de vida útil do veículo;

4-  SEMPRE existe no mercado um veículo importado ideal para o seu gosto;

5- padrão de qualidade rígida de fabricação que tornam os mais seguros com estimativa da necessidade de recall à quase zero por cento;

6- Tem modelos para todos os bolsos e necessidades;

7- Com a chegada em massa de modelos mais sofisticados ao brasil, o investimento em peças de reposição está mais acessível;

8- Conforto e desempenho maiores comparados aos veículos nacionais.

4865_mercedes_benz_podera_reduzir_algumas_plataformas_e_motorizacoes_ate_2023_wwwmaistecnologiacom.jpg

Agora não há dúvidas! Após comprar seu Mercedes Benz ou BMW continue garantindo a qualidade do seu veículo com a Marimport.

 

Fonte imagens:

maistecnologia.com

techcrunch.com

motorshow.com.br

Publicado em: 19-02-2021

Sucesso de vendas: 25 mil unidades BMW série 3

Uma das mais famosas marcas alemãs de veículos, a BMW, está celebrando a marca de 25 mil unidades produzidas do modelo Série 3 nacional. O veículo de luxo é fabricado em Araquari, cidade vizinha à Joinville, Santa Catarina.

Ao contrário dos outros carros da categoria, a BMW tem seu mérito por estar dentro do mercado nacional e com condições para produção de baixo volume no país.

O diretor da fábrica citada, Mathias Hofmann, confirma: “O BMW Série 3 é o carro premium mais vendido no Brasil e estamos contentes em entregar qualidade e ajudar nossos clientes em realizar seus sonhos”.

4853_diariogauchoclicrbscombr.jpg

Vale ressaltar que a produção do modelo iniciou em 2014 e o BMW Série 3 já passou por duas gerações de produção no Brasil. Hoje é oferecido nas versões 320i GP, 320i Sport GP e 320i M Sport.

Todas essas versões potentes contam com o motor B48 2.0 TwinPower Turbo Flex com 184 cavalos e 27,5 kgfm, e transmissão automática de oito marchas com tração traseira.

O preço de custo está estimado a partir de R$ 253.950.

O BMW 320i é o favorito dos amantes da marca alemã no Brasil, dividindo a fábrica catarinense com os modelos X1, X3 e X4, com sua produção de baixo volume.

4853_quatrorodasabrilcombr.jpg

O carro está disponível nas cores Branco Alpino, Preto Safira, Cinza Mineral, Sunset Orange, Portimao Blue, Phytonic Blue e Prata Glacial.

Informação bônus: Um fato curioso da fábrica da BMW em Santa Catarina é que ela possui capacidade instalada de 32 mil carros por ano após passar por atualizações, inclusive ambientais, reduzido em 33% o consumo de energia, 41% o consumo de água e em 87% os resíduos para descarte.

 

Fonte imagens:

diariogaucho.clicrbs.com.br

quatrorodas.abril.com.br

autoo.com.br

noticiasautomotivas.com.br

Publicado em: 13-02-2021

Manutenção: Discos de freio

O sistema de freio como um todo é formado por pastilhas, discos e tambores. Essas peças, incluindo também o fluído do freio, precisam ser observadas frequentemente conforme o período recomendado para que a segurança na direção do carro não seja comprometida.

No sistema de freios a disco: quais são os indícios que indicam problemas?

O principal sinal de que o disco de freio não está como deveria é a trepidação durante o acionamento de frenagem do carro.

Quais são as principais causas de desgaste?

Pastilhas de freio de baixa qualidade

Uso em condições severas

Aplicação incorreta

Falta de profilaxia 

Todos os fatores acima, seja de origem natural do tempo, por utilização de peças com qualidade baixa ou por ausência de manutenção, podem deformar a estrutura do disco ao longo do tempo.

Quando devo realizar a troca da peça?

O sistema de freios inteiro e seus componentes devem ser verificados a cada 10 mil Km. Porém é importante ressaltar que o disco de freio frequentemente atinge o final de vida útil próximo aos 40 mil quilômetros, variando conforme as causas já citadas. É fundamental, além disso, conhecer às indicações de uso específicas de cada fabricante e seu manual.

4842_images.jpg

Como realizar a troca do disco de freio?

A retifica do disco não é recomendada pois isso comprometerá sua eficiência e segurança do veículo. O recomendado é sempre escolher a troca de produtos pelos de qualidade e dar preferência à profissionais que possam prestar um serviço de confiança.

4842_pecas_correio.jpg

Os discos de freio vendidos pela Marimport são das marcas Zimmerman, Meyle e ATE, com qualidade importada para garantir que manutenção do seu Mercedes Benz ou BMW seja 100% eficaz.

 

Fonte imagens: 

suaoficinaoline.com.br

quatrorodas.abril.com.br

dpk.com.br

Publicado em: 10-02-2021

Febi - Grupo Bilstein

A marca Febi é pioneira no mercado de peças sobresselentes. Como grupo independente e empresa familiar com uma longa tradição, oferece alternativas que são de qualidade similar às das peças originais, focados no interesse dos consumidores em todo o mundo.

A organização é moderna com tendências e desenvolvimentos atuais, presente no mercado sempre um passo à frente.

A febi bilstein está presente em mais de 70 países com as suas próprias filiais ou através de parceiros selecionados, como a Marimport, buscando distribuir o melhor das peças importadas.4831_slide_content_overview.png

Na Ferdinand Bilstein todas as peças relevantes para reparações profissionais de todas as marcas e modelos atuais estão disponíveis – para veículos ligeiros, pesados, de passageiros, reboques e vans (LCVs).

A marca oferece apenas produtos com qualidade equivalente OE. Isto não é apenas garantido através da gestão abrangente de qualidade, mas também pela sua própria eficiência de produção.

A Febi é mais que uma marca de qualidade, produzindo peças sobresselentes “Made in Germany em sua própria área de produção, com um custo benefício excelente para o cliente.

A raiz da marca umbrella da Ferdinand Bilstein GmbH Co. KG combina as tradicionais marcas febi, SWAG e Blue Print debaixo de um forte teto. Isto resulta numa ampla e abrangente gama de produtos com altos requisitos de qualidade de produção e confiança de instalação.4831_febi_imagen.jpg

Pois isso, a Marimport só trabalha com marcas de confiabilidade no mercado, trazendo o que tem de melhor na exportação de peças e acessórios para Mercedes Benz e BMW.

 

Fonte imagens:

caaragon.com

febi.com/en

elwarsha.ne

Publicado em: 05-02-2021

O novo foguete da BMW

Quase um “foguete”, com 635 cv, o BMW M5 CS se tornou o carro da categoria esporte mais potente da marca alemã!

A BMW sabe como e que pode evoluir em seus carros, e no aspecto potência apresentou no dia 27/01/2021 o M5 CS, que já começa o seu legado com o prêmio de primeiro lugar de esportivo mais potente já fabricado pela marca.

O grande destaque do campeão está no uso de fibra de carbono em diferentes componentes da carroceria e do interior do veículo, fazendo com que haja uma redução de peso significativa de 70 kg.  Esse fator gera um impacto levando o carro de 0 a 100 km/h em 3 segundos, alcançando a velocidade máxima de 305 km/h nesse tempo. Incrível não?!

4827_2.jpg

Para surpreender ainda mais os apaixonados por velocidade, o superesportivo tem tração integral, que também pode ser desligada mandando toda a força para o eixo traseiro.

Na estética, a fibra de carbono é bastante notada, como no difusor de ar traseiro e no spilitter dianteiro. Está também aparente nas rodas de 20 polegadas, com uma cor quase bronze.

Outra coisa que chama atenção e foi modernizada são os faróis de LED na cor amarela em vez do tradicional branco.

4827_3.jpg

Dentro do veículo não poderia ser mais sensacional.

Os bancos em formato de concha mostram um desenho do circuito de Nürburgring na região do encosto para a cabeça. Além disso o volante M é revestido de alcantara e as borboletas para a troca de marchas são de fibra de carbono. E por fim a tela multimídia de 12,3 polegadas completa o painel com os recursos de navegação e entretenimento.

O novo modelo está previsto para ser vendido oficialmente a partir de Junho deste ano, e por hora com limitações de vendas, na Alemanha, Reino Unido e Estados Unidos.

O preço está estimado em 180.400 euros ou R$ 1,17 milhão na atual cotação. Um sonho não?!

 

 

Fonte imagens;

autoesporte.globo.com

Publicado em: 01-02-2021

Você conhece todas as vantagens de uma manutenção bem feita?

Você já imaginou todos os prós e contras que uma manutenção de qualidade ou a falta dela podem impactar no seu veículo?

Hoje vamos te mostrar que realizar a manutenção do seu carro, seja ela preventiva ou corretiva, com peças ou acessórios confiáveis e com profissional especializado só traz vantagens! Confira 5 delas:

1°Maior vida útil do seu carro: O desgaste de peças por período acima do indicado no manual do veículo com certeza acarretará em menor vida útil de outros componentes e no carro como um todo.

2°Seu carro fica mais bonito visualmente: Quem não gosta de ver seu veículo conservado, com tudo novinho e bem cuidado não é mesmo?! A escolha de fornecedor com credibilidade no mercado neste quesito é fundamental para manter a qualidade estética com peças e acessórios de qualidade.

3°Maior segurança ao dirigir: Sem dúvidas não seguir as recomendações de substituição de componentes fundamentais para o bom funcionamento do veículo pode causar quebras ou desgastes “surpresas” e acabar sendo perigoso aos passageiros.

4°Mais facilidade na hora de vender: Um veículo com todos os atributos descritos acima tem todos os requisitos atendidos para que o comprador não tenha argumentos depreciativos na hora de comprá-lo.

5°Melhor custo benefício para o seu bolso: Já ouviu a expressão: “o barato sai caro”. Pois ela funciona 100% na prática. Nem sempre o mais barato é o melhor. Pesquise e faça a melhor escolha!

4818_quanto_custa_ter_um_carro_700x300.jpg

Por isso antes de comprar peças ou acessórios para seu Mercedes ou BMW fale com um dos nossos vendedores especializados da Marimport!

4818_154_loja_04.jpg

Nós garantimos do início ao fim uma compra segura, com qualidade e sem surpresas, com entrega e formas de pagamento facilitadas.

Consulte também as nossas promoções!

 

Fonte imagens: 
gestaogma.com.br

meuportoseguro.com.br

Publicado em: 26-01-2021

BMW nos clássicos do cinema internacional

Ao ler o título desse conteúdo você pode ter pensado: “Mas qual a ligação entre cinema e a BMW?”

No mesmo período, mais precisamente no mesmo ano em que a BMW foi fundada, em 1916, a indústria das artes cênicas através dos filmes enfrentava grande transformação.

Na Europa o cinema passava por desafios causados pela guerra, já nos Estados Unidos, surgiam grandes estúdios de Hollywood e grandes artistas do ramo.

Por se tratar da mesma época, a BMW passou a ser protagonista de diversos clássicos do cinema internacional. Confira alguns deles:

4804_bmw_z3_roadster_4.jpg

 

1° BMW Z3 Roadster: esbanjando elegância no filme "007 Contra GoldenEye" em 1995, junto com James Bond, o esportivo fabricado entre 1995 e 2002 era inspirado no sedã Série 3, e equipado com motor de 325 cv.

 

4804_transferir.jpg

 

2° BMW 535i (E34): estrela do filme "Ronin"  do ano de 1998 com Robert de Niro. O veículo foi fabricado entre 1987 e 1993, e tinha em seu capô o propulsor 3.5 de seis cilindros e 211 cv. Além disso o veículo contava com ABS e airbags, que na época eram tecnologias avançadas.

4804_bmw_z8_2001_1600_02.jpg

 

3° BMW Z8: novamente em 007, desta vez no "O Mundo Não é o Bastante" de 1999, esse BMW tinha motor 4.9 de 400 cv, capaz de levá-lo aos 100 km/h em 4,7 segundos. O modelo foi exclusivo na época com penas 2 mil unidades fabricadas nos anos 2000, sendo apenas 400 enviadas aos Estados Unidos.

4804_20576486.jpg

 

4°MINI Cooper S: Protagonizando o filme "Uma Saída de Mestre"  em 2003 com seu modelo fabricado no mesmo ano nas cores branca, azul e vermelha.

Esses não foram os únicos a estrelarem em filmes conhecidos mundialmente, a BMW ainda protagonizou diversas obras artísticas internacionais do cinema.

 

 

Fonte:

garagem360.com.br

Fonte imagens:

revistacarro.com.br

autocar.co.uk

jornaldocarro.estadao.com.br

adorocinema.com

Publicado em: 21-01-2021

Mercedes Benz lidera o Sedã Premium mais vendido no ano de 2020

O BMW série 3 foi o Sedã Premium mais vendido no ano de 2020, seguido do Mercedes Benz Classe C.

Mais uma vez as marcas são campeãs em diversos aspectos positivos quando o assunto é carro de qualidade, com designer incrível e cheio de tecnologia.

Na contramão da crise que o mundo está vivenciando por conta do coronavírus, a BMW superou todas as expectativas e surpreendeu em resultados de vendas com o série 3.

Entre os modelos médios da categoria no ano de 2020, o Série 3 manteve seu domínio em relação às 2019, com aproximadamente 9% de crescimento das vendas, o BMW ultrapassou os 46% de participação de mercado.

Você deve estar se perguntando, mas porque o automóvel teve tanto destaque além do esperado?

Com seu design novo e chamativo, o carro veio para representar um novo conceito de uma nova era. O sedã esportivo de última geração é movido por motores muito potentes e eficientes.

Outra novidade é o comando de voz “Hey BMW” que reconhece sua voz e executa seu pedido.

Por último um detalhe importantíssimo: a sustentabilidade que o veículo traz! Com Plug-In Híbrido, conforto incomparável ao conduzir, a potência e a máxima eficiência, esse BMW supera tudo.

Com isso a tecnologia pioneira BMW eDrive traz autonomia a mais de até 66 km (Ciclo WLTP) em modo exclusivamente elétrico, com emissões de CO2 reduzidas consideravelmente.

 

Fonte imagens: www.bmw.com.br

Publicado em: 18-01-2021

Novidade central multimídia Mercedes Benz

Se você é apaixonado por carros importados e tecnologia vai gostar da novidade que a Mercedes Benz está trazendo para o mundo automotivo: central multimídia ocupando todo o painel e ainda oferecendo sugestão de músicas.

De uns tempos para cá as montadoras inserem em seus modelos telas sensíveis ao toque cada vez maiores nos painéis dos veículos. Porém dessa vez a marca alemã superou todas as expectativos e trouxe a tendência a um patamar inovador.

A novidade MBUX Hyperscreen pega quase todo o painel frontal do motorista e do passageiro, com suas extremidades permitindo a passagem de ventilação.

A novidade estará disponível no Mercedes EQS, sedã elétrico de alto luxo e perfomance que deve ser lançado ainda neste ano. 

A tela frontal do banco do passageiro possibilitará que ele adicione suas próprias funções de entretenimento e assista a vídeos usando fones de ouvido Bluetooth, conforme aceitação pela legislação de cada país.

Quandoo banco do passageiro da frente estiver com ausência de pessoa, a tela ilustrará desenhos/paisagens.

Os ocupantes do banco de trás também contam com as novas telas, e poderão trocar de conteúdo livremente.

Além das ferramentas citadas, a Mercedes garante que o carro contará com sistema de entretenimento de inteligência artificial prevendo os gostos e dos ocupantes do veículo baseado em sua rotina e preferências anteriores.

Outras opções, como destino, opções de música e configurações diferentes do veículo também serão alteradas automaticamente com base em coisas como a hora local, localização e temperatura.

Com toda essa tecnologia a Mercedes também garante que o material das telas é resistente e de extrema qualidade.

 

Fonte: Mercedes-benz.com

Cnnbrasil.com.br

Publicado em: 12-01-2021

Conheça um pouco sobre o museu BMW

Quem é apaixonado por carros alemães não pode deixar visitar o BMW Welt que fica em frente à sede da BMW, em Munique.

O local possui tudo que os admiradores da clássica marca alemã de carros sonhariam em ver em um só lugar! A BMW Welt, que traduzindo para o português significa: Mundo BMW, faz parte de um universo que reúne a fábrica da marca, os prédios da administração e o próprio museu.

O local mostra toda a evolução da BMW ao longo da história, trazendo os primeiros modelos desde a sua fundação em 1916, os modelos que marcaram épocas e os mais recente até os mais futuristas lotado de tecnologias que parecem surreais. Além disso é possível ver também carros de competição e modelos para os próximos 20 anos.

O complexo além de contemplar exposição de carros, traz uma experiência incrível para os visitantes com uma infraestrutura com conta com loja, concessionária e eventos.

A área mais recente do prédio foi lançada há 4 anos atrás, com a exposição de diversos automóveis, motores e motocicletas da BMW, BMW M, BMW i, MINI, BMW Moto e carros Rolls Royce.

Os visitantes podem entrar nos veículos e ainda tirar dúvidas sobre eles. O tempo de permanência dentro do museu é extremamente particular, pode-se ficar horas lá dentro por conta da diversidade de atrações e experiências para se descobrir.

O designer do prédio é moderno e cheio de infraestrutura que permite a realização de eventos  sobre a BMW, negócios, política, sociedade, arte e cultura. Como não poderia faltar o complexo conta também com uma concessionária, de onde pode-se comprar e sair dirigindo seu BMW.

O museu tem ainda para a comodidade de seus visitantes: restaurante, lanchonete, lounge, loja da marca (com roupas, acessórios, relógios, malas, brinquedos e artigos em geral da BMW), e wifi.

Pensando também nas crianças a BMW Welt possui uma sala que atrai a atenção da criançada, ensinando de maneira lúdica, curiosa e cheia de tecnologia o mundo dos carros e motores.

 

Fonte imagens:

tudosobremunique.com

luxurylab.com.br

viajoteca.com

Publicado em: 07-01-2021

Você sabe a diferença entre peças genuínas, originais e genéricas?

No mercado automotivo nacional e internacional, existem três tipos de peças: as genuínas, as originais e as genéricas. Mas você sabe exatamente quais as diferenças entre elas?

As peças genuínas são as de reposição que seguem todas as especificações e descrições técnicas exigidas pelas montadoras para a perfeita composição do veículo. Elas são apresentadas exclusivamente na embalagem da marca, e sua venda é mais confiável já que essas peças seguem um rígido controle de qualidade.

Já as originais são aquelas que se apresentam como substitutas das peças genuínas, estão um nível abaixo na “hierarquia”, porém apresentam as mesmas especificações e qualidade da peça genuína, apesar de poderem ter diferença quanto ao material utilizado, resistência e durabilidade,

As originais são voltadas para um mercado mais alternativo, vendidas sem a logomarca da montadora.

As genéricas, também chamadas no mercado de paralelas, são fabricadas por empresas que desenvolvem os equipamentos para produzi-las. Muitas vezes, essas empresas acrescentam um adesivo na peça para identifica-la.

As peças genéricas não são homologadas pelas montadoras e têm um custo menor, mas apesar disso elas costumam ser 4 vezes menos duradoura que as peças genuínas.

As genuínas, por conta de suas especificações, são mais caras do que as originais e genéricas, porém têm a vantagem da garantia de fábrica contra irregularidades, vício e defeito nas peças, durante toda sua vida útil.

Faça as contas e invista sempre em uma manutenção com as melhores condições para o seu carro. É por isso que a Marimport só comercializa peças com marcas de credibilidade no mercado garantindo tranquilidade, melhor qualidade e preço justo para nossos clientes.

 

Fonte imagens:

savana.com.br

g1.globo.com

Publicado em: 29-12-2020

Troca de filtros do seu automóvel

A função dos filtros que o carro possui (de ar, de óleo e de combustível) é a de prevenir que peças ou componentes do automóvel sejam afetados por resíduos ou impurezas, principalmente se tratando do motor. Para carros com ar condicionado, existe um filtro específico também, que é o filtro de ar, mas hoje abordaremos os primeiros três citados acima.

Os filtros de ar extinguem a sujeira aspirada pelo motor, permitindo que somente o ar sem sujeiras chegue até à câmara de combustão, evitando um menor tempo de vida útil do motor, pistões e biela por exemplo. A troca desses filtros é recomendada a cada 10 mil quilômetros em média.

Importante ressaltar que além do desgaste de peças antes do tempo, caso não seja feita a troca do filtro no período estipulado, há também aumento no consumo de combustível.

Os filtros de óleo também têm a função de eliminar impurezas, mas as que são causadas pela fricção das peças móveis do motor e pela combustão. Recomenda-se a troca desse filtro junto com a troca de óleo, entre 10 mil e 15 mil quilômetros.

Aliás, quem nunca ouviu falar que a troca do filtro de óleo apenas deve ser realizada a cada duas vezes que se troca o óleo do motor?

Esse é um grande erro que muitos cometem, pois não trocar o filtro quando se troca o óleo, significa deixar nele todas sujeiras e vestígios do óleo antigo, o que não torna a troca 100% eficaz.

Já o filtro de combustível garante a eliminação das impurezas do combustível antes da sua queima. Ele fica instalado entre o tanque e o motor, evitando que resíduos cheguem até à bomba de combustível e ao bico injetor. A troca desse filtro é recomendada entre 10 mil e 15 mil quilômetros.

Sempre reforçamos aqui no Blog que a compra dessas peças/acessórios que são fundamentais para o bom funcionamento do veículo, deve ser realizada com fornecedor de confiança.

Para carros importados é imprescindível que o filtro seja genuíno ou original para manter a qualidade e rendimento necessário para o bom desempenho do veículo.

Consulte a linha de filtros para o seu Mercedes ou BMW com um dos vendedores da Marimport ainda hoje !!!

Publicado em: 24-12-2020

Tudo o que você precisa saber sobre sensores de desgaste de pastilha

Você sabe qual a função dos sensores de desgaste de pastilha?

O acessório é responsável por indicar ao motorista quando a pastilha de freio está desgastada e precisa de troca, podendo essa antecipação evitar imprevistos desnecessários.

Inicialmente, conforme preferência do motorista, os sensores podem ser colocados somente nas pastilhas dianteiras sem nenhum problema, ou nas dianteiras e traseiras simultaneamente.

Há dois tipos principais de sensores de desgaste de pastilhas que são comercializados no mercado: 1) Sensores elétricos; 2) Sensores sonoros.

Ambos possuem encaixe para ser colocado no fim das pastilhas de freio e conectados a um chicote do carro. Quando as pastilhas começam a chegar no momento de serem trocadas, o sensor raspa no disco de freio, acendendo a luz no painel.

Quando ocorre esse aviso, o motorista ainda possui aproximadamente 3 mm das pastilhas para utilizar, podendo ir até uma oficina mecânica e ainda andar alguns quilômetros com tranquilidade, sem causar nenhum prejuízo ou dano ao veículo.

Já sobre as pastilhas de freio, a recomendação costuma ser de revisão a cada 10 mil km rodados, porém em alguns casos a troca pode ser exigida até antes.

Independente da quilometragem rodada também, as pastilhas precisam ser revisadas anualmente, mesmo que não tenham sido consumidas até o final. Isso porque a massa de atrito pode estragar somente com a ação do tempo e da umidade, principalmente em casos que o carro fica muito tempo parado.

Importante ressaltar que o sensor de desgaste também tem sua vida útil e fica gasto, precisando ser trocados] sempre por outro de qualidade, com certificação, de boa marca e que suporte as altas temperaturas causadas pelo atrito.

A Marimport comercializa sensores genuínos da marca bbr, com toda qualidade e confiança, a peça importada é aplicável em diversos modelos de veículos Mercedes Benz.

Publicado em: 19-12-2020

Adquirir um BMW só tem vantagens

Adquirir um BMW só tem benefícios! Não é à toa que a marca é sucesso internacional e sonho de muitos. Os veículos BMW contam com luxo, qualidade, desempenho, segurança e máxima tecnologia, além disso a marca oferece benefícios aos seus clientes.

Ao adquirir um BMW, o cliente conta com um super diferencial. Entre as vantagens oferecidas estão o tempo de garantia maior que as demais marcas, assistência 24 horas e inspeção do veículo.

O BMW Premium Selection é um grande exemplo de um dos benefícios oferecidos. O programa vale para clientes que compram um veículo seminovo, contando com 24 meses de garantia. Além disso o programa oferece peças mecânicas, eletrônicas, consertos e manutenções, trazendo tranquilidade para o motorista em todas as situações.

E para quem achou que não podia ser melhor, o plano ainda contempla assistência 24 horas para contratação de pacote de serviços singulares para cada gosto.

Outra vantagem atrativa do BMW Premium Selection é a inspeção do veículo 360º, com padrão de qualidade para revisões periódicas avaliando detalhes visuais, técnicos, do interior e do exterior do veículo.

Do início ao fim, desde o teste drive até a experiência da aquisição do BMW, o cliente conta com a experiência de ser tratado com diferenciação e atenção, e após tudo isso, ainda experimenta a sensação de ter um dos melhores carros do mundo.

E para quem sonha em ter um BMW, os programas de financiamento garantem condições para essa realização, com até 36 meses para pagar e taxas atrativas e ainda há a possibilidade de reduzir em até 40% o valor das parcelas mensais, através de negociações.

 

Fonte imagens: 

press.bmwgroup.com

jornaldocarro.estadao.com.br

bmw.com.br

Publicado em: 15-12-2020

Porque colocar a manta anti-chama e anti-ruído?

Atualmente existem diversos acessórios para carros nacionais e importados que vão além da estética e trazem mais conforto, segurança e enaltecimento para o seu veículo, tornando-o muitas vezes mais valorizado.

À exemplo de um desses acessórios que valem a pena investir, falaremos hoje das mantas de capô anti-chamas e anti-ruídos.

Um dos benefícios que a manta ou forro traz é a experiência de dirigir com um barulho mínimo do motor, elevando o quesito conforto e valorização do seu veículo.

Além disso o forro isolante, ao contrário do que muitos pensam, vai bem além de evitar os ruídos da parte mecânica do automóvel. Ele serve principalmente para evitar o contato direto do calor do motor no capo, principalmente em caso de acidentes que desencadeiam chamas.

Você sabia que o calor excessivo no capo diminui a vida útil da tinta do capô com o passar do tempo? Se mora no litoral, por exemplo, investir na mantar isolante pode evitar o desgaste antes do tempo do capô.

O ideal é sempre a compra do produto original ou genuíno, pois só eles atendem à máxima finalidade desse acessório e garantem facilidade na instalação.

Já se escutou muito falar em forros caseiros, mas além da ausência dos quesitos citados acima, somente a manta original tem a característica de ser termoacústica e anti-chamas.

Você possui Mercedes Benza modelo W123, W124, W126, W129, W202, W203 ou W210, e está à procura desse produto para o seu veículo? A Marimport comercializa mantas de capô anti chamas e anti ruídos com a máxima qualidade que o seu Mercedes merece.

 

Fonte imagens:

Superacustica.com.br

Br.wheelsage.org

Publicado em: 10-12-2020

Quando realizar a troca de óleo do motor?

A troca de óleo do motor geralmente deve ser realizada a cada 10 mil quilômetros rodados ou a cada 12 meses, o que vencer primeiro, que é o recomendado pelo fabricante do carro e do óleo.

Em algumas situações onde o motorista roda pouco com o seu veículo, acontece da troca não ser realizada, o que é um erro bastante comum.

Isso porque o óleo tem sua funcionalidade a base de aditivos, e estes aditivos perdem a validade em doze meses mesmo com pouca quilometragem rodada.

A troca do fluído não depende da utilização do carro, e sim da validade de seus componentes que garantem a finalidade do produto.

E qual é essa finalidade?

O óleo garante a lubrificação, limpeza, refrigeração e bom desempenho do motor, e quando não trocado corretamente pode prejudicar seu funcionamento.

Além disso a mistura de óleos não é recomendada, e o produto precisa ser de qualidade, melhor recomendado e aquele que melhor se adapta ao seu veículo.

Procure sempre uma marca de fabricante de confiança e uma empresa de distribuição de venda idônea para adquirir um produto de qualidade para uma melhor performance do seu carro.

 

Fonte imagens: motorshow.com.br quatrorodas.abril.com.br

Publicado em: 04-12-2020

Mercedes Benz EQC - inovação e sustentabilidade

Unindo sustentabilidade, um designer incrível, tecnologia de ponta e um conforto incomparável foi criado o EQC da Mercedes Benz.

Quem poderia imaginar que os carros do futuro já estariam no mercado em 2020?!

O novo EQC traz à tona um estilo de vida contemporâneo e ecologicamente correto. O silêncio quase que completo durante o seu percurso leva conforto tanto para quem dirige quanto para quem está à sua volta.

O veículo permite a condução sem emissões locais, além de utilizar quase 100 % de seus componentes feitos com materiais renováveis.

Com uma autonomia que impressiona (cerca de 440 Km na cidade, com 8 horas de recarga) e uma vasta infraestrutura de recarga, o carro da Mercedes permite uma nova e incrível sensação ao dirigir um veículo elétrico, com um motor que funciona quase sem ruídos e aceleração vertiginosa.

Além disso o EQC se torna atraente pelos seus comandos de voz naturais e intuitivos, funções inteligentes que se adaptam às suas necessidades, superfícies Touch sensíveis ao toque e emoldurado com sofisticação por um posto de comando Widescreen de resolução extremamente alta.

Alguns outros diferenciais que a marca trouxe nesse modelo foram:

  • Grade do radiador black panel
  • Faixa de luzes de LED na frente e atrás
  • Pacote de assistência à condução
  • Pacote de estacionamento com câmera 360°
  • MULTIBEAM LED

Além disso o EQC é extremamente seguro, contando com sistemas de assistência à condução de última geração. Em alguma eventualidade o carro pode reagir automaticamente auxiliando e trazendo mais confiança  ao motorista.

 

 

Fonte imagens:

Carroeletrico.com.br

mercedes-benz.com.br

Publicado em: 01-12-2020

25 anos de BMW no Brasil

Mais um conteúdo da BMW no Blog da Marimport!
Não poderia ser diferente, pois a marca veio com novidades neste ano, comemorando seus 25 anos no Brasil em grande estilo.

A BMW lança no ano de 2020 vinte e cinco modelos de carros inéditos e incomparáveis, com séries especiais incluindo versões elétricas e hibridas. Estamos falando de qualidade BMW e tecnologia de ponta.

Um dos lançamentos da marca é o novo BMW M135i, com preço sugerido de R$269.950,00 que vale cada centavo. O modelo conta com um visual esportivo, oferece propulsor de 2.0 de 306 cavalos de potência, tração integral, levando-o  de 0 a 100 km/h em rápidos 4,7 segundos.

Outro exemplo é o Série 2 Gran Coupé, um clássico Produzido na Alemanha com designer incomparável, silhueta alongada e amplo entre eixos, que resultam em grande espaço na cabine. O porta malas também é amplo e espaçoso e acomoda 430 litros. Além disso, se destacam itens de tecnologia e assistentes de condução semiautônoma, trazendo também  o BMW Inteligent Personal Assistant permitindo que o veículo e seus passageiros se comuniquem claramente por voz na nossa língua nativa.

 

Agora falemos dos modelos inéditos.


Começando pelo MINI John Cooper Works GP, o compacto mais veloz já produzido pela fabricante, atingindo 265Km/h. O modelo conta com produção exclusiva de 3.000 unidades numeradas no mundo todo, super diferenciadas em seu visual. Além disso o hatch é bem equipado, com novo propulsor MINI TwinPower Turbo 2.0 litros, 4 cilindros, 306 cavalos de potência, 450 Nm de torque, transmissão esportiva Steptronic de oito velocidades e um sistema de escapamento esportivo.

A BMW Motorrad também teve participação na chegada de modelos inéditos Brasil em 2020. Com seu objetivo de atingir o público “fora de estrada”, trouxe a consagrada linha GS e também para modelos esportivos.

Por último e não menos importante, os ousados BMW F 750 GS e BMW F 850 GS, que contam com novas tecnologias em suas versões.

Com tanta novidade e empenho da marca sobre os seus lançamentos no Brasil fica difícil não nos apaixonar pelos carros elegantes, clássicos, inovadores e surpreendentes da BMW.

Se você gostou desse conteúdo fique ligado aqui na página da Marimport para garantir informação de qualidade e saber tudo sobre curiosidades no mundo dos automóveis alemães.

 

Fonte imagens:

Bmw.com.br

Autoo.com.br

Carros.ig.com.br

Automotivebusiness.com.br

Motor1.uol.com.br

Publicado em: 26-11-2020

Lançamentos BMW

Os carros da BMW são marcantes. Nos aspectos externos e internos a marca transborda elegância, tecnologia, qualidade, conforto e características incomparáveis.

Alguns modelos recentes da BMW que foram lançados neste ano de 2020:

BMW Série 1: Superando todas as expectativas o BMW Série 1 traz a experiência incrível de se ter um carro da marca. Com personalidade e qualidade esse irresistível BMW vai ultrapassar qualquer expectativa.

BMW Série 2 Gran Coupé: Todos os carros BMW contam com tecnologia de ponta com tudo o que um veículo precisa, mas o Série 2 Gran Coupé se supera.
Com sua dinâmica de condução incomparável e assistente inteligente, o veículo é extremamente atraente para os admiradores da nova geração.

BMW X7: Um dos melhores na categoria de luxo. Aparência majestosa, máximo conforto de primeira classe, e quesito espaço interno são os destaques desse modelo fascinante. O BMX X7 possui grandeza em todo seu conteúdo.

BMW M340i xDrive: Inspirado no automobilismo. Máximo desempenho que você pode esperar de um carro. Perfeito em cada detalhe o M340i xDrive não deixa a desejar em nenhum aspecto.

BMW X4 M Competition: Carro com viés mais esportivo. Possui dinâmica de condução e exclusividade máxima. Além da beleza desse automóvel encontramos nele muita tecnologia e desempenho muito forte.

BMW Série 7 Sedan: Veículo empoderado. Seus faróis marcantes e suas curvas se harmonizam em uma estética sem igual. Além disso possui um interior luxuoso em couro e bem iluminado.

 

Os modelos citados variam em seu preço de 200 mil reais à 816 mil reais aproximadamente.

Fica difícil comparar o melhor modelo da marca, pois cada um possui sua peculiaridade, porém todos sem exceção são extremamente completos e exclusivos.

Quem não sonha com um desse... E ai, qual você escolhe? :D

 

Fonte: bmw.com.br

csmonitor.com

Publicado em: 21-11-2020

Mercedes Benz - coupês e conversíveis

Desde o início de sua história, a Mercedes Benz fez parte das linhas dos coupês e conversíveis de alto luxo.

Na década de 1930 a famosa marca fez modelos um tanto quanto inovadores como o enorme e luxuoso 770 e os velozes conversíveis 500K e 540K.

Tiveram os sedãs Classe S e a partir daí diversas evoluções aconteceram após o pioneiro, cada uma acrescentando beleza, tecnologia e avanços em segurança. Atualmente a marca alemã apresenta as variantes cupê e cabriolet (conversível), incluindo as opções esportivas da linha AMG.

É por isso que a Mercedes Benz tem grande destaque no mercado internacional, desde os primórdios e de seus primeiros lançamentos, a marca tem grande destaque na maneira de inovar e ganhar seus clientes.

Quem possui um automóvel Mercedes Benz, conta com um combo de qualidades que torna difícil a troca por outra marca. Isso porque os carros da estrela de três pontas possuem além de estética atraente, conforto, qualidade incomparável e carros completos cheios de tecnologia.

Além das linhas dos coupês e conversíveis a Mercedes Bens possue em seu portfólio carros para todos os gostos e estilos, mas todas as linhas contam com a qualidade excepcional da marca alemã.

 

Fonte imagens:

autorealidade.com.br

mercedesbenzportland.com

Publicado em: 17-11-2020

Coxins de câmbio e motor

Se o seu carro começou a apresentar sinais de ruídos, vibração no motor fora do comum e dificuldades ao engatar as marchas, preste atenção, pois estes problemas podem estar relacionados aos coxins de câmbio e motor.

Porque isso acontece? Pois ambas as peças possuem uma vida útil com prazo estimado, e por se tratar de partes que tem a função de absorver as vibrações do cambio, motor e carroceria, naturalmente começam a dar sinais de que precisam ser trocadas.

Apesar de alguns sinais serem padrão para que a troca dos coxins seja realizada, é sempre indispensável procurar um mecânico para realizar a avaliação do estado das peças, verificar se é este o problema de fato e realizar a troca dos dois coxins (ou de apenas um se for o caso).

A média de kilometragem ou tempo para substituição dos coxins é de 50 mil quilômetros ou 3 anos, podendo variar para mais ou para menos conforme a forma e frequencia de utilização do veículo.

E qual a importância dessa manutenção preventiva? As vibrações e instabilidades no automóvel, quando não cessadas podem danificar o veículo com o choque contínuo contra a lataria, motivadas pela movimentação excessiva.

É facil perceber que a substituição de qualquer peça quando necessário é importante para a preservação do seu carro, e para que futuramente não ocorram prejuízos maiores.

Para uma melhor performance e conservação do seu carro, prefira sempre coxins genuínos de marcas com credibilidade no mercado, que sejam fortes e confiáveis, desenvolvidos para atuar em condições extremas, resistentes as altas cargas, à água, poeira e temperaturas elevadas.

A Marimport trabalha com coxins de da marca  Eagle BHP, FEBI, BBR e Meyle, aplicável em diversos modelos Mercedes Benz, trazendo o melhor desempenho para o seu carro.

 

 

Fonte imagens:

Financeone.com.br

Vazlo.co.cr

Publicado em: 11-11-2020

BMW

A história da BMW começou em 1916, na época da primeira guerra mundial, e por incrível que pareça a montadora não tinha como principal atividade a fabricação de carros e sim de aviões, utilizando o nome de “Fábrica Bávara de Aviões” (Bayerische Flugzeugwerke)

Devido ao mercado e na época ao Tratado de Versalhes que restringiu a fabricação de aviões, a empresa obrigou-se à reinventar, e começou a fabricar motores e motocicletas, lançando no ano de 1923 seu primeiro modelo nomeado R-32, com motor boxer de dois cilindros.

A montadora começou a criar sua identidade como conhecemos hoje nos anos 30, e depois de enfrentar períodos de instabilidade, crise mundial e guerras mundiais, ganhou mais força e espaço após os anos 50 após a entrada de acionistas investidores.

Depois de anos e persistência a qualidade a BMW venceu. Atualmente a marca está entre os cem automóveis mais comprados no mundo, aparecendo em vários lugares no ranking, com seus diversos carros modernos, confortáveis, de qualidade, atrativos e esteticamente impecáveis.

Nos anos 2000 a BMW inovou e passou na frente das montadoras alemãs, lançando e fabricando o primeiro modelo de carro elétrico no país, se destacando além dos carros de luxo, motos e os clássicos Rolls-Royce.

A qualidade e confiança que a empresa atingiu após longos anos de jornada e experiência trouxe ao atual mercado uma marca consistente famosa no mundo todo, com atributos particulares que só a BMW tem.

O conhecido logotipo azul e branco em formato de hélice, que sofreu modificações ao longo do tempo, foi baseado na bandeira da região alemã chamada Bavária e nos tempos em que a empresa trabalhava com aviões.

 

Fonte imagens:

metropolis.com

mecanicaonline.com.br

shutterstock.com

Publicado em: 06-11-2020

Mercedes Benz

Você conhece a história de uma das maiores marcas de veículos motorizados do mundo?

Sim, estamos falando de Mercedes Benz.

Dois grandes homens Gottlieb Daimler e Carl Benz que foram pioneiros da construção do primeiro ônibus e dos primeiros caminhões movidos à gasolina e diesel no mundo ficaram para a história internacional até os dias de hoje.

Em meados dos anos de 1900, Emil Jellinek e a DMG assinaram contrato para distribuição desses novos automóveis que levariam o nome de Daimler-Mercedes.

O primeiro Mercedes desenvolvido pela DMG trouxe características marcantes em relação aos pontos de apoio, quadro, motor e radiadores, que deram uma modernidade nunca vista antes ao auautomóvel.

A estrela, símbolo inconfundível da marca, foi criada por Gottlieb Daimler e cada ponta simboliza um elemento: ar, terra e o mar, dando a ideia de que os motores adaptavam-se a todos esses meios.

Mercedes é a mais antiga empresa de veículos comerciais do mundo e de tempos em tempos foi crescendo e se tornando cada vez mais autêntica, moderna e tecnológica, com uma qualidade sempre de ponta, levando o melhor que um carro tem para oferecer.

Atualmente é um dos carros importados mais conhecidos, vendidos e procurados no mundo todo, atendendo ao público de todas as idades e gostos, agregando valor à marca Mercedes Benz sofisticação, credibilidade, tradição, particularidade, estilo e até futurismo.

 

Fonte imagens: www2.mercedes-benz.com.br pixabay.com quatrorodas.abril.com.br

Publicado em: 02-11-2020

Tudo o que você precisa saber para a manutenção do seu veículo

Cuidar do seu veículo além da parte estética é importante para a prevenção de problemas como avarias, desgastes, quebras e até acidentes causados por falta de manutenção.

Essa manutenção que chamamos de preventiva, deve ser realizada de tempos em tempos, geralmente com período indicado no manual do seu veículo, mas que também deve ser levado em consideração a forma de utilização do carro.

Dentre as vantagens da realização da troca das peças do seu veículo com o tempo, podemos citar: mais economia em relação à manutenção corretiva, segurança para evitar acidentes, mais eficiência do seu veículo, valorização do carro na hora de vende-lo.

É essencial que você deixe o seu carro nas mãos de um profissional de sua confiança para a realização correta da troca das peças e acessórios, ou procure mais de um especialista para buscar opiniões confiáveis e não divergentes.

Além disso, seja qual for o mecânico, é extremamente recomendável utilizar peças genuínas e originais da marca do seu automóvel, para manter a qualidade e evitar cair em “armadilhas baratas” que futuramente poderão custar mais ou até arriscar a sua segurança.

Alguns exemplos de itens a serem observados periodicamente para manter o seu automóvel sempre em dia:

-motor

-freios

-correia

-óleo do motor e dos freios

-filtro de ar

-filtro de combustível

-suspensão

-amortecedores

-vela e cabo de vela

-sistema de arrefecimento

-pneus

Faça um check list para não se perder na periodicidade da manutenção e fique de olho no nosso Blog para conferir os conteúdos com dicas valiosas para o seu auto.

 

Fonte imagens:

carrodegaragem.com

foxlux.com.br

Publicado em: 28-10-2020

Tudo o que você precisa saber sobre amortecedores

É difícil definir e padronizar a periodicidade correta para a troca dos amortecedores. Existem muitos mitos e detalhes a serem levados em consideração quando o assunto é manutenção.

Apesar de cada carro conter em seu manual um certo tempo para a manutenção preventiva, a vida útil das peças irá depender do uso do veículo, onde ele roda e em quais condições é submetido. Podemos dizer também que a suspensão é quem dará o aviso quanto ao melhor tempo para os amortecedores serem trocados.

É importante citarmos que o amortecedor tem a função de diminuir a ação da mola, fazendo com que o carro não "pule" tanto ao passar em lombadas, buracos, valetas e saliências.

Então, se o seu automóvel está chegando próximo do prazo de troca dos amortecedores e dá sinais de trepidações intensas em oscilações da pista, traseira balançando mais que o normal, ruídos quando a suspensão trabalha, veículo “jogando” a traseira em curvas, então está na hora de realizar a troca da peça.

 

 

O aconselhável ainda é que na troca dos amortecedores, todo o kit que o compõe (buchas, parafusos de fixação, coxins e batentes) também seja renovado, afinal não adianta realizar uma manutenção preventiva aos picados.

Ainda vale ressaltar que se aventurar na substituição de peças do veículo sem conhecimento e experiência no assunto pode gerar além de mais prejuízos, com a colocação errada do equipamento diminuindo sua vida útil, também à possibilidade de diminuição da segurança do veículo.

Não menos importante é primordial que os amortecedores sejam de qualidade, primeira linha, fornecidos por empresa de confiança, com registro do INMETRO e de preferência genuínos para os veículos importados.
No caso de Mercedes Benz os amortecedores da marca Bilstein são exemplo em qualidade, segurança e durabilidade.

Quando o assunto é carros importados como os clássicos Mercedes Benz e BMW, o cuidado na escolha das peças é dobrado, pois o seu veículo merece o que tem de melhor no mercado e precisa de uma manutenção especial.

Conclusão: fique atento aos sinais do seu carro, procure sempre um fornecedor e uma oficina com credibilidade, nada de gambiarras e lembre-se: nem sempre o mais barato é o de melhor qualidade.

 

Fonte imagens: gamobar.pt

aftermarket.zf.com

Publicado em: 22-10-2020

Tradição e qualidade

Só quem tem um veículo importado sabe a importância da manutenção preventiva e corretiva com peças de qualidade e confiança.

A empresa Marimport possui credibilidade com mais de 50 anos no mercado e trabalha apenas com peças genuínas, importadas da Alemanha, e as melhores marcas do mercado internacional, para veículos de passeio Mercedes Benz e BMW.

Entre a lista das melhores, a empresa oferece todos os atributos das marcas alemãs Bbr, Meyle, Febi, Elring, Boge, Bremi, Pagid, Federal mogul, Goetze, Bilstein, Ate, Hengst, Hella, Bosch, Victor reinz, Behr, Mann filter e Lemforder.

Veículos de passeio BMW e Mercedes Benz estão sem dúvidas na lista das marcas de carros importados mais vendidas e conhecidas pelo mundo, e essa informação não é novidade para ninguém, já que ambas as empresas oferecem o máximo de conforto, segurança, tecnologia, estética e eficiência.

 

Em termos de trajetória, tanto BMW quando Mercedes continuam oferecendo através dos fornecedores, peças e acessórios para carros mais antigos e clássicos, e também para os modelos mais atuais com tecnologia de ponta.

Chega a ser difícil na observação de vários pontos a serem analisados conseguir distinguir grandes diferenças de qualidade entre as duas marcas alemãs e fazer a identificação da melhor ou da mais favorita.

A Marimport tem o melhor da linha de ar condicionado, câmbio, carroceria, direção, embreagem, freios, motor, sistema de combustível e suspensão para Mercedes e de filtros e freios para BMW.

Agora ficou fácil escolher uma empresa que conta com fornecimento de peças e assessórios com tradição e qualidade que um veículo de ponta precisa.

 

Fonte imagens: autoevoluiton.com; razaoautomovel.com

Publicado em: 19-10-2020

Blogs